Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Aniversários

por Magda L Pais, em 22.09.17

cool-books-birthday-cake.jpg

Há exactamente dois anos, a esta mesma hora, nascia este blog da minha necessidade de arranjar uma casa para a minha paixão pelos livros. Um espaço onde eu - uma bibliófila com laivos de bibliomania - pudesse partilhar com outros os livros que leio, as leituras que faço, o que penso ou sei sobre este ou aquele escritor. Acima de tudo partilhar convosco tudo o que um livro pode fazer por nós.

Em dois anos aconteceu, por aqui, magia.

Falou-se n'uma paixão chamada livros. Não só aqui mas em vários blogs. A adesão foi fantástica e todos, à mesma hora e por 40 dias, falamos de livros.

Alimentamos uma biblioteca em Fajã de Ovelha.

Falamos de livros a propósito do alfabeto

Em dois anos, foram 387 posts, 3925 comentários e 1108 reacções. 

A herança dos meus avós foi o preferido de mais visitantes e dois ao mesmo tempo ou um de cada vez? o mais comentado.

Ainda tenho alguns (uns 20) posts em rascunho, opiniões sobre livros que li em anos anteriores e que ainda não publiquei aqui. E, para os próximos meses (anos), mais livros lerei e mais opiniões publicarei.

Mas hoje não é só o aniversário deste blog que se comemora.

O meu avô Manuel faria hoje 95 anos. Não faço ideia qual a data em que morreu, sei apenas que estava grávida do meu filho, pelo que terá sido há cerca de 15 anos. Lembro-me que foi um dia de chuva. Mas não é essa a data ou altura que interessa, mas sim a data de nascimento. Porque é a vida dele que comemoro, não a morte. A vida dum homem que amou a família acima de tudo, aquela que constituiu com a mulher que conheceu num Momento Oportuno

E porque hoje o meu avô faria anos, é também altura de comemorar o dia em que fui informada, pelo meu marido, que me ia casar com ele. Eu e toda a familia, na verdade...

Portanto, fica a questão. Onde está o bolo?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

S - Série que começou e precisa acabar

por Magda L Pais, em 22.09.17

Provavelmente vou ser fuzilada mas não faz mal. Dou o corpo às balas... Mas, caro George RR Martin, já acabavas a Guerra dos Tronos, não? E acabar mesmo, não é publicar mais livros. É mesmo dizer que estavas com problemas mentais quando escreveste o 10º livro (o pior de todos) e que não voltas a pegar na escrita. Deixa lá a série televisiva terminar e pronto. Vivemos todos felizes para sempre com isso, pode ser?

 

Obrigado desde já.

 

***

Por 26 dias, eu, a JustMaria João CovasSofia GonçalvesMulaAlexandraDrama QueenCaracolGorduchitaB♥Sandra.wink.winkFátima BentoHappyCarla B. e Princesa Sofia respondemos a 26 perguntas sobre livros, tendo como mote o alfabeto. Às segundas, quartas e sextas, às 14h, não se esqueçam de cuscar as nossas respostas, em cada um dos blogs. Ou consultem aqui todos os posts publicados no Sapoblogs com esta tag (não consigo colocar aqui as tags da blogspot).

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

 

Há livros que nos envolvem de tal forma que, quando terminam, nada mais será igual. Que deixam um vazio que - achamos nós - não será preenchido com facilidade. Que nos obrigam a uma paragem nas leituras, que nos deixam com a sensação que nenhum outro livro pode ser lido de seguida. Não lhe chamo ressaca, chamo-lhe luto. Há livros que, quando terminam, me deixam em luto literário, que não me permitem começar outro de seguida. 

A saga Mistborn é um bom exemplo. Depois de ter acabado de a ler, tive muita dificuldade em escolher o livro seguinte porque achei que era impossível que outro livro chegasse ao mesmo patamar de excelência.

Quando terminei Um Homem Chamado Ove fiquei uns dias sem conseguir ler...

A Livraria dos Finais Felizes, o único livro que, quando o terminei, comecei de novo a ler para o poder apreciar ainda mais.

***

Por 26 dias, eu, a JustMaria João CovasSofia GonçalvesMulaAlexandraDrama QueenCaracolGorduchitaB♥Sandra.wink.winkFátima BentoHappyCarla B. e Princesa Sofia respondemos a 26 perguntas sobre livros, tendo como mote o alfabeto. Às segundas, quartas e sextas, às 14h, não se esqueçam de cuscar as nossas respostas, em cada um dos blogs. Ou consultem aqui todos os posts publicados no Sapoblogs com esta tag (não consigo colocar aqui as tags da blogspot).

Autoria e outros dados (tags, etc)

Q - Quantos livros tens por ler?

por Magda L Pais, em 18.09.17

Querem mesmo saber?... é uma vergonha mas são 179 neste momento. Ando a tentar reduzir o número mas as editoras não estão a ajudar mesmo nada. É que trazerem cá Ken Follet (no dia 24 de Setembro), Dan Brown (a 15 de Outubro) e Anne Bishop (a 28 de Outubro, no festival Bang a que - obviamente, irei!) é obrigarem-me a comprar novos livros deles para os poder levar nessas datas para eles assinarem.

A culpa não é minha... é deles!

***

Por 26 dias, eu, a JustMaria João CovasSofia GonçalvesMulaAlexandraDrama QueenCaracolGorduchitaB♥Sandra.wink.winkFátima BentoHappyCarla B. e Princesa Sofia respondemos a 26 perguntas sobre livros, tendo como mote o alfabeto. Às segundas, quartas e sextas, às 14h, não se esqueçam de cuscar as nossas respostas, em cada um dos blogs. Ou consultem aqui todos os posts publicados no Sapoblogs com esta tag (não consigo colocar aqui as tags da blogspot).

Autoria e outros dados (tags, etc)

A Súbita Aparição de Hope Arden

por Magda L Pais, em 17.09.17

hope.jpg

A Súbita Aparição de Hope Arden de Claire North

Editado pela Saida de Emergência em 2017

ISBN: 9789897730658

Sinopse

Ouçam-me. Lembrem-se de mim…

O meu nome é Hope Arden, sou a rapariga de quem ninguém se lembra. Primeiro esquecem o meu rosto, depois a minha voz e, por fim, as consequências dos meus atos. Desapareço da memória sem deixar rasto.

Começou quando tinha 16 anos, um momento de cada vez. O meu pai esqueceu-se de me levar à escola, um professor esqueceu-se que eu era sua aluna, a minha mãe colocou mesa para três, em vez de quatro. Um amigo olhou para mim e só viu uma estranha.

Por mais que eu tente, por mais pessoas que magoe ou crimes que cometa, nunca se lembram de mim. E isso torna-me única… e particularmente perigosa.

Esta é a história de Hope Arden, a rapariga que todos esqueceram.

Uma saga de amor, esperança, desespero e ânsia de viver o momento e deixar uma marca na vida.

A minha opinião

Uma das coisas que mais gosto quando leio um livro é que me leve a reflectir, ainda que com base em fantasia como foi o caso deste livro, tal como já tinha acontecido com As Primeiras Quinze Vidas de Harry August, primeiro livro que li desta autora.

Neste livro há duas situações paralelas e que me deixaram a pensar. Primeiro, Hope, a nossa narradora, é uma pessoa de quem ninguém tem memória. Logo que Hope sai de perto, quem esteve com ela esquece-se que ela existe. Hope apenas vive nas memórias digitais, em fotos ou gravações. Ninguém a retém na memória e, por isso, Hope não tem família ou amigos ou qualquer relação duradoura. Será essa condição uma libertação ou uma maldição? como será viver nessas circunstâncias?

E depois temos Perfection, uma aplicação que quer tornar as pessoas perfeitas. Que diz o que devem ou não comer, o que devem fazer, as idas ao ginásio, as roupas, as relações, os trabalhos. Tudo, mas mesmo tudo, controlado por uma aplicação no telemóvel, e que recompensa, com pontos, sempre que são seguidos os seus conselhos, sendo que, quando se atinge um determinado número de pontos se tem acesso ao clube restrito dos perfeitos. Levado ao exagero, não será, mais ou menos, o que já acontece na sociedade, condenando quem é maior, mais forte ou até diferente?

Claire North leva-nos a questionar, em vários pontos do livro, sobre a sociedade actual, sobre a nossa própria vida, sobre o esquecimento - desejado ou não. A liberdade do esquecimento e a escravatura da perfeição, em quatrocentos e cinquenta páginas escritas por uma autora que, pelos vistos, gosta de nos puxar pelas ideias, de nos obrigar a pensar fora da caixa, de forma absorvente, intensa e emocional. 

Creio que, sem exagero, me estou a tornar numa fã desta autora... 

(leia aqui as primeiras páginas)

(este livro foi-me oferecido pela Saída de Emergência em troca duma opinião honesta e sincera)

Autoria e outros dados (tags, etc)



Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.