Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



22 11 63

por Magda L Pais, em 03.08.17

23488880.jpg

22/11/63 de Stephen King

Editado pela Bertrand Editora em Novembro de 2014

ISBN: 9789722529068

Sinopse

Dallas, 22/11/63: três tiros são disparados. O presidente John F. Kennedy está morto.

Quando o seu amigo lhe propõe que atravesse um túnel do tempo para regressar ao passado com uma missão especial, Jake fica completamente arrebatado. A ideia é impedir que Oswald mate o presidente Kennedy. Jake regressa a uma América apaixonante e começa uma nova vida no tempo de Elvis, dos grandes automóveis americanos e de gente a fumar. O curso da História está prestes a mudar…

A minha opinião

Aqui há dois anos, mais ou menos, vi este livro à venda e gostei da sinopse. Confesso que, na altura, o namorei várias vezes mas como tinha vários em espera e o preço não era exactamente atractivo, acabei por não o comprar. Mais tarde (o ano passado) a Fox deu a série que se baseia neste livro - 22/11/63 - e foi depois de ver a série que decidi que tinha mesmo mesmo de ler o livro.

Estas férias foi a oportunidade perfeita para o ler.

22/11/63 é, para mim, o melhor dos livros de Stephen King. A história está bem estruturada, houve bastante pesquisa de modo a que fosse o mais credível possível, e deixa-nos com a pergunta: o que farias se pudesses ir a um determinado momento do passado? (coisa, aliás, que já As Primeiras Quinze Vidas de Harry August, me tinha deixado a pensar).

Como seria o mundo se Kennedy não tivesse sido morto por Lee Oswald? Quem era Lee Oswald? Stephen King mostra, em 22.11.63, que é, acima de tudo, um contador de histórias, alguém sem medo de ferir susceptibilidades e que sabe como nos prender. Mesmo que a história principal (impedir o assassinato de Kennedy) só aconteça na parte final do livro (mais ou menos a um quarto do fim), até lá chegarmos vamos acompanhando a vida de Jake - vindo do século XXI - na década de 60 do século XX. Vamos conhecendo quem era Lee Oswald (King teve o cuidado de investigar a fundo a vida de Lee Oswald para se tentar aproximar o mais possível da realidade).

Um livro genial, longo - cerca de 900 páginas - mas interessante, até para percebermos como era o mundo na década de 60 do século passado. Há meros 60 anos, sem internet, sem telemóveis, sem redes sociais mas em que tudo acontecia à mesma, tal e qual como hoje.

Creiam-me... este é o livro que querem ler. Mesmo que pensem que é uma seca, que é enorme, que não gostam de excessos em ficção (sim, viajar no tempo é ficção em excesso) ou que não gostam do autor. Este é o livro que vos vai provar que estão enganados.

(leia aqui as primeiras páginas)

Autoria e outros dados (tags, etc)


18 comentários

De Sofia a 03.08.2017 às 13:36

Nunca li Stephen King, mas deste ano não passa!

De Magda L Pais a 03.08.2017 às 13:38

Começa por este 

De Sofia a 03.08.2017 às 13:41

O Magda, começar por um de 900 páginas?!lol
Como é que se chamava a série? Eu acho, que a vi.

De Magda L Pais a 03.08.2017 às 13:42

Pensa antes que é começar pelo melhor 😁


 A série tinha o mesmo nome do livro

De Sofia a 03.08.2017 às 13:44

Não, era com o James Franco?

De Magda L Pais a 03.08.2017 às 13:47

Sim, fazia o papel de Jake

De Sofia a 03.08.2017 às 13:48

Então vi, mas não a consegui ver toda!lol

De Magda L Pais a 03.08.2017 às 14:04

Mais uma razão para leres o livro ahahahhaha

De Sofia a 03.08.2017 às 14:05

Obrigadinha!lol
Já, recebes-te o livro ou ainda estas de férias?

De Magda L Pais a 03.08.2017 às 14:06

Ainda de férias. Até segunda feira

De Sofia a 03.08.2017 às 14:09

A tua caixa é grande? Espero, que sim.

De Magda L Pais a 03.08.2017 às 14:11

Sim, os livros cabem bem

De Sofia a 03.08.2017 às 14:13

Deves ter mandado, fazer uma especial para isso, tu devoras livros!lol

De Magda L Pais a 03.08.2017 às 14:15

Ahahahaha não, é tamanho standard mas do maior

De As Minhas Quixotadas a 03.08.2017 às 20:42

Não creio que exista ficção em excesso, mas sim que existe boa e má ficção, boas e más maneiras de a contar. O tópico literário da viagem no tempo é já muito antigo e tem gerado textos de grande sucesso e longevidade. 


Obrigada pela sugestão! Boas leituras. :)

De Magda L Pais a 04.08.2017 às 12:23

Não podia concordar mais. Mas já ouvi esse disparate: não gosto deste livro porque tem demasiada ficção. É, quanto a mim, só idiota, porque não aceito esse conceito de "demasiada ficção"

De belitaarainhadoscouratos a 05.08.2017 às 15:06

Li-o este ano e gostei muito, já tinha lido outros dele (o que menos gostei foi 'a Luz' (e não é por eu ser do fcp :) )

De Magda L Pais a 05.08.2017 às 15:07

O que menos gostei dele foi o primeiro da série A Torre ou coisa que o valha

Comentar post




Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.