Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Contos de Natal

por Magda L Pais, em 02.02.18

17155719.jpg

Contos de Natal de Charles Dickens

ISBN: 9789722634663

Editado em 06-2011 pela Livraria Civilização Editora

Sinopse:

A Civilização Editora compilou nesta edição três dos cinco contos natalícios que Charles Dickens escreveu entre 1843 e 1848: Cântico de Natal, Os Carrilhões e O Grilo da Lareira.

A minha opinião:

Este ano o meu Natal foi muito estranho. Não houve árvore, não estava com espírito, nem me lembrava, tão pouco, que estava na época do ano que mais gosto. Ainda assim optei por entrar em vários sorteios e acabei por receber este livro num deles (obrigado Sofia!) pelo que tentei entrar no espírito do Natal com a sua leitura. Nem isso ajudou e só ontem o consegui acabar.

Quem é que, desse lado, nunca leu, ouviu falar ou viu o filme Cântico de Natal ou um conto de Natal? este é o conto que inicia o livro e é, seguramente, o mais conhecido e o melhor dos três que compõem este livro. Ao que parece esta história foi escrita, inicialmente, em menos de um mês para que o autor pudesse pagar as suas dívidas, e acabou por se tornar um dos maiores clássicos de Natal de todos os tempos e uma das mais célebres obras de Dickens. O livro vale todo por este clássico, uma verdadeira maravilha, mesmo que já se conheça a história e que seja referenciada constantemente.

Os Carrilhões não está mal. Começa bem - uma família pobre que vive com extremas dificuldades perto duma igreja onde tocam os carrilhões e que o pai da família sente uma ligação aos carrilhões - mas depois descamba um bocado para maisdomesmo. Torna-se um bocado confuso, acabamos por perder um pouco o fio da história e acaba por desiludir no fim.

O último conto é O Grilo da Lareira e, confesso, não o acabei. Vinha já meio desiludida com Os Carrilhões, a escrita deste conto é mais complicada que os outros, a história é ainda mais confusa... li metade e nem me lembro bem sobre o que era.

De qualquer maneira, e como já disse, o livro vale todo pelo primeiro conto. No próximo Natal faço questão de voltar a ler o Cântico de Natal, já imbuída do espírito Natalício. E, quem sabe, conseguirei apreciar devidamente os outros dois contos. 

Classificação:  (5/5 pelo Cântico de Natal, 2/5 pelo Os Carrilhões e 1/5 pelo O Grilo na Lareira) 

Entretanto...

Conheces o meu blog generalista?

Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


4 comentários

De The Daily Miacis a 02.02.2018 às 13:21

Engraçado que eu desse livro também gostei só do primeiro, ou seja para mim é esse que vale o livro. Talvez porque também já estejamos mais habituados à história.

Dos carrilhões gostei do fim embora muito dramático.
Jà não me lembro do Grilo.. Mas para mim é mesmo o Conto de Natal que vale e que tem o espirito natalicio :)

De Magda L Pais a 02.02.2018 às 14:04

O Cantico de Natal é extraordinário e sim, definitivamente vale por todo o livro :) Obrigado!

De Marta a 02.02.2018 às 15:23

Há muito que quero ler! A ver se este lembrete faz com que seja desta!

De Magda L Pais a 03.02.2018 às 19:57

acredita que vale a pena ler. Principalmente o primeiro conto do livro

Comentar post




Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.