Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Estrada da Noite

por Magda L Pais, em 25.08.17

15782739.jpg

Estrada da Noite de Kristin Hannah

Editado em 2011 pelo Circulo de Leitores

Sinopse

Mãe de dois adolescentes, Jude sabe que não pode proteger os filhos do mundo. Mia cresceu insegura, reservada, Zach, o seu irmão gémeo, é um dos rapazes mais populares da escola. Quando Mia tem finalmente uma amiga, Lexi, Jude acolhe-a na sua casa, feliz com a conquista da filha. Mas cedo também Zach se deixa encantar por Lexi criando-se um perigoso e secreto laço entre os três. Lexi cresceu com uma mãe toxicodependente e sobreviveu a várias casas de acolhimento – o que a traz àquela cidade? Jude hesita: deve interferir? Deve esperar? Deve deixá-los fazerem as suas próprias descobertas? Cedo a cumplicidade se transforma em tragédia e cada um deles terá de viver, para sempre, com as consequências dos seus atos.

A minha opinião

O primeiro livro que li desta autora foi O Rouxinol e percebi logo que ia ser uma relação complicada. Ela com bons livros para eu ler e eu com imensos livros em fila de espera para serem lidos. É um problema que me assiste... quando encontro um(a) escritor(a) que me encanta só me apetece comprar todos os livros editados e depois..., bem, depois ficam na pilha de livros para ler, à espera da sua vez. 

Não foi bem o que aconteceu com a Estrada da Noite. Comprei este livro na Feira do Livro deste ano e, depois de ter terminado o livro Seduzido até Domingo, a Nathy escolheu este livro para eu ler de seguida.

Em boa hora o fez!

Estrada da Noite é um livro que deve ser lido por adolescentes. Por aqueles que saem à noite, que bebem até cair para o lado e que se esquecem que, conduzir sobre o efeito da bebida não é uma boa escolha. Deve também ser lido por aqueles que ficam encarregues, pelo grupo, de ser o condutor de serviço (ou seja, que não podem beber porque vão conduzir) mas que se esquecem. Mas também pelos pais para que percebam o efeito das suas acções e o quanto é importante conversar em vez de acusar ou castigar quando, na verdade, os filhos fizeram o que dissemos (não quero explicar mais que isto para haver spoilers nesta minha opinião).

Estrada da Noite é um livro sobre escolhas. Sobre a pressão que a sociedade faz sobre pais e adolescentes. Sobre ser mãe/pai e saber sê-lo. Sobre sobreviver à morte de quem amamos. E é também um livro que mostra a importância de conversar sobre tudo com os filhos. Porque um dia pode ser tarde demais.

É, acima de tudo, um livro intenso, principalmente a segunda parte. Um livro que, várias vezes, me levou a questionar-me sobre o que faria se fosse eu no lugar de Jude. Ou no lugar de Lexi. Ou se eu fosse Zach. A autora é eximia na arte de nos obrigar a reflectir e eu gosto quando me obrigam a pensar nas minhas atitudes ou no que faria em determinadas circunstâncias.

Sem dúvida que, Estrada da Noite, entra directamente para o top dos melhores livros lidos este ano. 

(o SapoBlogs está a testar uma nova caixa de comentários muito mais intuitiva e fácil que a anterior. Sintam-se à vontade para dizer o que vos vier à cabeça em comentário a este post e avisem-me, por favor, para o email magda.pais@gmail.com se tiverem alguma dificuldade)

Autoria e outros dados (tags, etc)


10 comentários

De B♥ a 25.08.2017 às 09:32

Entrou no teu top de livros e na minha lista de livros a ler

De Magda L Pais a 25.08.2017 às 09:34

ahahahaah ainda bem, este livro merece estar nas prateleiras de toda a gente

De Gorduchita a 25.08.2017 às 09:35

Tenho de deixar de ler opiniões sobre livros. A minha wishlist começa a ficar grande demais... :D

De Magda L Pais a 25.08.2017 às 09:36

não tenho nada a ver com isso...

De Nathy ღ a 25.08.2017 às 11:11

Opahhh esse livro é terrivelmente bom. Lembro me que o li muito rápido...
É um livro repleto de informações válidas. Adorei!

( Já enviaste o Rouxinol)...

De Magda L Pais a 25.08.2017 às 11:16

eu só não o li mais rápido porque estava a trabalhar... mas ontem tive vontade de não o largar nas páginas finais!

o Rouxinol pode ir quando quiseres. E depois eu vou lá buscar

De Nathy ღ a 25.08.2017 às 11:19

É viciante . O Rouxinol também é assim?

Não foi bem isso que combinamos...

De Magda L Pais a 25.08.2017 às 11:24

São totalmente diferentes. O Rouxinol é sobre a segunda guerra mundial... a tua praia portanto

ai foi foi :p

De Nathy ღ a 25.08.2017 às 12:32

Ah ah ah eu sei que a temática é diferente...
O que queria saber é se a leitura é também viciante, se ela prende o leitor...

És mesmo má...

De Magda L Pais a 25.08.2017 às 12:36

se eu fosse má não te emprestava sequer ahahaahahahahaahah

sim, O Rouxinol tambem prende bastante e é muito intenso

Comentar post




Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.