Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Imaculada

por Magda L Pais, em 29.07.17

imaculada.jpg

Imaculada - Retrato de uma Família Portuguesa de Paula Lobato de Faria

Editado pelo Clube do Autor em abril de 2017

ISBN: 9789897243493

Sinopse

Este romance é passado em Portugal, no ano de 1956, época em que coexistiam dois mundos: o da bonomia, onde o tempo corria devagar nos lares do país, numa ingenuidade generalizada (por vezes falsa, por vezes genuína) sob o lema «Deus, Pátria e Família»; e o da ditadura de Salazar, da censura e da PIDE, onde os que tinham por objetivo derrubar o regime podiam ser presos, torturados e mortos. (…) Na história contada neste livro, os universos paralelos vão-se encontrar, confrontar e interagir, no seio de uma família burguesa e conservadora do interior (do país). As palavras são de Paula Lobato Faria, que se inspirou em memórias antigas e em histórias de família para fazer nascer o seu primeiro romance.

Imaculada é o romance de estreia de Paula Lobato de Faria e reforça a aposta literária desta editora nos autores portugueses. Paula Lobato de Faria, doutorada em Direito e professora da Universidade Nova de Lisboa, tem várias publicações internacionais nas áreas do direito da saúde, bioética e direitos humanos, mas este é o seu primeiro livro de ficção.

Habilmente ambientado no Portugal profundo dos anos 50, Imaculada é uma obra na linha dos nossos melhores romances de época e um retrato crítico da condição humana. Através da história de uma família, os Correia, a autora desenha o retrato de um país amordaçado, cheio de tabus, vazios e sombras, um Portugal que pouco ousa desafiar convenções ou confrontar um destino que parece traçado.

O mesmo sucede na vida de Cristiana, menina da província, filha única de Alexandrina e João Manuel, que recusa assistir perplexa aos caprichos que a sorte (e a família) lhe prepararam. Na vida dela, tal como na do país, há sonhos por cumprir, esperança e uma dignidade que é vital.

A minha opinião

Não me lembro ao certo quem me falou primeiro deste livro e desta autora mas a verdade é que fiquei curiosa, ao ponto de ter saído da praia mais cedo, tendo obrigado a família a jantar à pressa para irmos à Feira do Livro de Sesimbra para assistir à apresentação. Infelizmente eu estava a contar que começasse às 22h e tiveram de começar mais cedo, e, quando lá cheguei, só tive direito a um autografo no livro que já tinha pensado comprar:

20451787_1903338883239717_749588156144731203_o.jpg

Apesar das boas referencias que tive do livro, e como calculo que a autora deste livro seja familiar de Rosa Lobato de Faria (e não é preciso ser um detective para perceber porque pensei isso), confesso que fiquei com algum receio que a fama fosse imerecida.

Puro engano!

Imaculada é um livro que se devora de forma suave. Um retrato fiel da sociedade dos anos 50, em que as mulheres eram consideradas seres menores, que deviam estar a salvo de tudo e de todos, sendo a família (muitas vezes as próprias mães) que decidiam por elas. Em Imaculada reconheci o Momento Oportuno  que deu origem à minha família, o que me atraiu ainda mais.

Numa escrita simples (e aqui confesso, gosto de escritas simples, que nos dizem de tudo sem floreados a mais e que se tornam, por isso, mais concordantes com a realidade), Paula Lobato de Faria conta-nos uma história baseada em factos reais, uma memória de família que se cruza com a história de Portugal.

Imaculada também nos mostra que nem todos os finais são felizes, que o amor nem sempre é suficiente e que, numa sociedade que se baseava na inferioridade da mulher, seguramente que esses casos eram mais do que se possa pensar.

Não sei se Imaculada terá continuação (creio que tem ainda "panos para mangas"). Gostava, confesso, que tivesse. Assim como gostava que Paula Lobato de Faria continuasse a escrever porque, seguramente, tem em mim, uma leitora... Mesmo que chegue atrasada às apresentações dos seus livros.

 

(leia aqui as primeiras páginas)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)




Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.