Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O Oceano no Fim do Caminho

por Magda L Pais, em 23.08.16

1507-1.jpg

O Oceano no Fim do Caminho de Neil Gaiman

ISBN: 9789722351997

Editado em 2014 pela Editorial Presença

Sinopse

Este livro é tanto um conto fantástico como um livro sobre a memória e o modo como ela nos afeta ao longo do tempo. A história é narrada por um adulto que, por ocasião de um funeral, regressa ao local onde vivera na infância, numa zona rural de Inglaterra, e revive o tempo em que era um rapazinho de sete anos. As imagens que guardara dentro de si transfiguram-se na recordação de algo que teria acontecido naquele cenário, misturando imagens felizes com os seus medos mais profundos, quando um mineiro sul-africano rouba o Mini do pai do narrador e se suicida no banco de trás. Esta belíssima e inquietante fábula revela a singular capacidade de Neil Gaiman para recriar uma mitologia moderna.

A minha opinião

Andava este livro lá por casa já há uns dias e no domingo peguei nele, apetecia-me algo novo, algo de diferente, num livro relativamente pequeno e que fosse rápido de ler já que estou a aguardar a chegada dum que quero iniciar logo que o tenha nas mãos.

A escolha recaiu sobre este Oceano no Fim do Caminho, do mesmo autor que Coraline, um filme de animação que adorei (entre outros tantos) e o resultado foi que, entre a tarde e o serão, acabei o livro e tive de começar outro.  

Neil Gaiman cria, neste livro (tal como em Coraline), dois mundos: um, aquele em que vivemos, com as suas alegrias e memórias felizes e outro, mais negro, onde chegamos sem saber bem como. Fantasia negra será, talvez, a melhor forma de classificar este livro que nos leva pelos meandros da memória.

Aliás, fica a dúvida (porque me parece que é exactamente isso que o autor pretende) se as memórias do rapaz sobre Lettie e o que lhes aconteceu serão verdadeiras ou fruto duma imaginação demasiado fértil aos sete anos. Que, do lado de cá (ou do lado do rapaz) parecem ser verdadeiras - aos sete anos - mas fantasiosas quando, o mesmo rapaz, volta ao local onde passou a sua infância, quando já é um adulto.

Terei de dizer que este livro me despertou a vontade de ler Coraline - apesar de ter visto o fabuloso filme - e outros livros deste autor. Gosto de fantasia, ainda que negra e certamente irei gostar desses livros tanto como gostei deste.

Leia aqui as primeiras páginas

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

De Sr. Solitário a 23.08.2016 às 12:35

Gosto muito das tuas sugestões de leitura. Temos gostos parecidos

De Magda L Pais a 06.09.2016 às 11:41

Ainda bem! fico satisfeita com isso

Comentar post




Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.