Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O Sangue da Virtude

por Magda L Pais, em 07.02.19

sangue.png

O Sangue da Virtude de Terry Goodkind

Saga A Espada da Verdade #3

Tradução José Remelhe

Volume I

ISBN: 978-972-0-04792-2

Editado em 2017 pela Porto Editora

Volume II

ISBN: 978-972-0-04793-9

Editado em 2017 pela Porto Editora

Sinopse

Volume I

Richard aceita o seu novo papel: um homem nascido com o dom e destinado a ser um feiticeiro guerreiro. Contudo, nas terras dos dois Mundos, nem todos encaram a magia com bons olhos. O Sangue da Virtude, uma seita formada por mercenários fanáticos, para quem a magia é o meio através do qual o Guardião influencia os homens, tem como missão enviar para o mundo dos mortos todos os seres mágicos.

A destruição da Grande Barreira tem consequências que nem um seeker poderia prever - a Ordem Imperial, o governo do Velho Mundo, avança com os seus exércitos para conquistar o Novo Mundo. A única opção de Richard para deter a invasão é reivindicar a sua herança, unindo todos os reinos sob uma só lei - um pacto entre a magia e o aço - e uma só autoridade - a do único homem que, nascido para a verdade, foi tocado pela morte e cuja ira, libertada, pode finalmente trazer o equilíbrio aos Mundos.

Volume II

Esta é a terceira regra dos feiticeiros: a paixão controla a razão

Richard Rahl e Kahlan Amnell, o prodigioso seeker e a derradeira Madre Confessora, são a última linha de defesa contra as forças que sitiaram o Novo Mundo - forças tão terríveis que, aquando da sua anterior ameaça, obrigaram os grandes feiticeiros a dividirem os Mundos com uma barreira aparentemente intransponível; uma barreira que só Richard, aquele que procura a verdade, conseguiu reduzir a pó.

Porém, nas passagens entre os sonhos dos homens, mais perigoso do que os fanáticos mercenários do Sangue da Virtude, que percorrem o Novo Mundo para caçar e abater todos os portadores de magia, ergue-se uma ameaça que supera os poderes do Guardião: um viajante de sonhos, cujo único objetivo é acabar com a magia, tornando o Homem todo-poderoso.

A guerra e a traição irão assolar os Mundos, e apenas Richard e Kahlan, unidos como um só no amor e na verdade, o podem salvar da batalha selvática e destrutiva que se avizinha, um combate decisivo e de proporções inimagináveis.

A minha opinião

A Primeira Regra dos Feiticeiros A Pedra das Lágrimas, primeiros volumes desta série estavam divididos em duas partes e - felizmente - esta terceira parte também. Bem, felizmente para quem tem de andar com os livros às costas. Eu como os li em ebook não me fez grande diferença

(não, ainda não estou totalmente rendida aos ebooks mas percebo as vantagens e esta - a de não andar com pesos - é uma delas)

Estou fã incondicional de Terry Goodkind e desta Saga A Espada da Verdade. Infelizmente para mim ainda só foram publicados estes seis volumes em Portugal e não há nada em vista para publicação dos restantes livros (que são, ao todo, 11).

O Sangue da Virtude mostra-nos como se pode praticar o mal achando que se está a fazer bem. E mostra-nos o poder da confiança e da amizade num livro (dois na realidade) muito bem conseguido, com uma história surpreendente, onde nem tudo o que parece é, bem estruturada, com surpresas quase que a cada virar de página. As personagens continuam bem construidas, coerentes e credíveis.

Quando Anne Bishop esteve cá em Portugal, no Festival Bang, disse que, quando criava os mundos fantásticos, tinha o cuidado de os tornar o mais verossímeis possíveis, de modo a que, quando introduzisse algum elemento mágico/fantástico, também fosse verossímil. Bem, Terry Goodking consegue fazer isso mesmo e fa-lo bem. 

Portanto... amigos da Porto Editora (ou qualquer outra editora), façam-nos lá o favor de editar os restantes livros que a malta agradece. Nem que seja apenas em ebook...

Classificação:  

Leia aqui as primeiras páginas da primeira parte e da segunda parte)

May we meet again

Conheces o meu blog generalista?

Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?

Autoria e outros dados (tags, etc)

A Pedra das Lágrimas

por Magda L Pais, em 30.01.19

a pedra das lágrimas.png

A Pedra das Lágrimas de Terry Goodkind

Saga A Espada da Verdade #2

Tradução: Ângelo dos Santos Pereira

Parte I

ISBN: 978-972-0-68587-2

Editado em 2015 pela Porto Editora

Parte II

ISBN: 978-972-0-68610-7

Editado em 2015 pela Porto Editora

Sinopse

Parte I

Richard e Kahlan conseguiram finalmente vencer o poderoso Darken Rahl. Contra todas as probabilidades, encontram também uma forma de viver algo que julgavam impossível: o seu amor.

No entanto, o que parecia ser o início de um longo idílio é bruscamente interrompido: o véu para o mundo inferior foi rasgado. Darken Rahl, agora no reino dos mortos, é colocado ao serviço de um poder ainda mais sinistro, pior do que qualquer outro: o Guardião do mundo inferior pretende governar também os vivos, aprisionando-os num limbo eterno. O único capaz de o deter é Richard, o homem que nasceu para a verdade e que foi marcado pela morte.

Guerra, sofrimento, tortura e mentiras envolvem nas suas teias o seeker e a Madre Confessora. Um destino de morte violenta - ou uma existência condenada ao calvário perpétuo - parece certo, a menos que a sua coragem e fé, e um pouco de sorte, os conduzam à chave que pode circunscrever o poder do Guardião: a Pedra das Lágrimas.

Parte II

Esta é a segunda regra dos feiticeiros: O pior dos males pode surgir da melhor das intenções 

Os caminhos de Richard e Kahlan separaram-se: forçado a submeter-se aos desejos da Madre Confessora, o portador da Espada da Verdade encaminha-se para o Palácio dos Profetas, em Tanimura, a fim de aprender a controlar o seu dom, antes que este o mate. Por outro lado, a última das Confessoras, enredada numa trama de mentiras piedosas cujo único objetivo é salvar a vida do homem que ama, dirige-se para a Fortaleza dos Feiticeiros, em Aydindril, onde espera encontrar Zedd e, juntos, ajudarem Richard a cumprir o seu destino.

Todavia, num mundo em que a magia é, simultaneamente, uma bênção e uma maldição, e em que qualquer um pode ser um agente do Guardião disfarçado, distinguir aliados de inimigos revela-se uma tarefa hercúlea. Através dos seus próprios erros, o seeker e a Madre Confessora vão descobrir, da forma mais dolorosa, que a maior das bondades e a melhor das intenções podem constituir um caminho insidioso para a destruição.

Sabedoria, prudência e uma boa compreensão da primeira regra dos feiticeiros são as únicas armas de que dispõem: mas serão suficientes para reparar o véu e devolver a Pedra das Lágrimas ao reino dos mortos?

A minha opinião

Tal como aconteceu com A Primeira Regra dos Feiticeiros, a Porto Editora resolveu que um livro - A Pedra das Lágrimas - seria dividido em dois para que não andemos com 600 páginas às costas. Obrigado caros amigos, em nome de todos os que andam com livros na mala/mochila/mão, agradeço profundamente. Mas quando chega a hora da critica, é mais lógico (acho eu) que se juntem os dois livros num só.

Fantasia da boa. Com estas 3 palavras se resume o que achei destes dois livros. Terry Goodkind, que eu desconhecia até aquele fatídico dia no Continente, é um escritor de mão cheia  que consegue encantar com a sua escrita simples e acessível, partilhando connosco uma história bem construida (e até credível), onde o bem vence o mal e onde se mostra que nem tudo é a preto e branco, havendo sempre um espectro de cores bastante extenso.

A Pedra das Lágrimas mantém o ênfase no amor, na amizade e na confiança, provando que nem tudo o que parece, é. Esta é uma história que nos prende, da primeira à última página, cheia de acção e emoção, mistério e magia e onde o perigo espreita a cada página.

As personagens continuam fortes e bem construidas. Os diálogos são credíveis e, a cereja no topo do bolo: há momentos em que o humor também dá o ar da sua graça (e tanto que os livros melhoram com pequenos apontamentos de humor).

Resumindo, mais um livro (neste caso dois) que valeu a pena ler!

Classificação:  

Leia aqui as primeiras páginas da primeira parte e da segunda parte)

May we meet again

Conheces o meu blog generalista?

Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Princesa Mecânica

por Magda L Pais, em 25.01.19

3.jpg

Princesa Mecânica de Cassandra Clare

Caçador de Sombras As Origens #3

Editado em 2013 pela Editorial Planeta

ISBN: 9789896574482

Lido em 2015

Sinopse

Último livro da sequela de sucesso da série Caçadores de Sombras, que nos mostra as suas Origens. Tessa Gray devia estar contente, como todas as noivas! Mas, enquanto se prepara para o casamento, uma rede de sombras envolve os Caçadores de Sombras do Instituto de Londres. Surge um novo demónio, ligado pelo sangue e secretismo a Mortmain, o homem que tenciona usar um exército de impiedosos autómatos, os Instrumentos Infernais, para destruir os Caçadores de Sombras. O perigo, a traição, os segredos, os feitiços, o amor e a morte entrelaçam-se quando os Caçadores de Sombras quase se autodestroem na conclusão de cortar a respiração da trilogia de os Caçadores de Sombras, as Origens.

A minha opinião

Posso chorar um bocadinho antes de escrever o que quer que seja? Vamos lá a ver, eu também fico tão contentinha quando há um triangulo amoroso que se resolve tão bem como este. É comovente, lindo e espectacular. Amei, de coração, o final do livro e o facto de tudo se ter resolvido tão bem e de ter ficado explicado uma ou outra situação dos livros que são seguintes mas que eu li primeiro.

Tessa e Jem estão de casamento marcado. Mas a sombra de Mortmain continua a assombrar os caçadores de sombras. Jessamine volta ao Instituto na altura em que os autómatos o atacam, acabando por a matar e por ferir os caçadores de sombra. Tessa acaba raptada e é a irmã de Will que se apercebe, finalmente, onde Mortmain está escondido. Enquanto Charlotte tenta convencer a Clave a movimentar os caçadores de sombras para salvar Tessa, Will vai tentar, por tudo salvá-la. Mas sem a ajuda de Jem que está a morrer.

Mortmain acaba por explicar a Tessa quem é ela, quem são os seus pais e porque tem aqueles poderes.

Uma parte curiosa deste livro é o facto de que, tanto Tessa como Will são apaixonados por livros. E um dos livros que Tessa mais gosta - e onde vai buscar, imensas vezes, inspiração - é Jane Eyre. Até aqui nada de mais, não fosse dar-se o caso de ser este o livro que vou ler de seguida, e sinto já sei parte da história antes mesmo de a ter lido.

Parece que, daqui para a frente e, se eu quiser - que quero - continuar a ler a saga dos caçadores de sombras, terei de o fazer em ebook e em inglês. Duas coisas juntas que não me agradam mas que acabarei por ceder porque a autora e a saga o merece.

Classificação 

leia aqui as primeiras páginas

May we meet again

Conheces o meu blog generalista?

Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Os Três Reinos

por Magda L Pais, em 24.01.19

5948261.jpg

Os Três Reinos de Sandra Carvalho

A Saga das Pedras Mágicas #5

ISBN: 9789722340397

Editado em 2008 pela Editorial Presença

Sinopse

Neste quinto volume de A Saga das Pedras Mágicas, as sombras da morte e da guerra alastraram sobre o Norte do Mundo e Thora, a loba prateada, desespera ao saber do destino das suas irmãs. Freya encontra-se prisioneira de Aesa, a rainha feiticeira do povo vândalo, enquanto Edwina, a Guardiã da Lágrima do Sol, foi mortalmente ferida. Será que desta vez nem Edwin, o Guardião da Lágrima da Lua, conseguirá resgatar a sua amada? Do Império, a sul, chegam rumores de que aquele que traz consigo o propósito de lançar sobre a Terra a escuridão eterna já encarnou o Homem. Que esperança restará aos defensores do Bem, quando até as pedras mágicas da feiticeira Aranwen estão agora nas mãos do inimigo? Estará a profecia dos Três Reinos condenada a perder-se nesta luta caótica sem jamais se concretizar?

A minha opinião

Neste quinto volume da saga, a magia voltou e trouxe-me a satisfação de leitura de um dos melhores livros desta colecção.

Resolvem-se os mistérios, o amor vence barreiras e profecias. Este seria o livro perfeito para acabar a saga dispensado-se o epilogo que abre caminho para os seguintes (que lerei, certamente, um dia, mas não para já).

Ainda assim há alguns factores que me fazem baixar umas duas estrelas na avaliação final. Começo pelo óbvio - ah e tal eu sou mau como as cobras mas desapareço com pouco esforço da parte dos bons (a sério, se é para uma luta entre o bem e o mal, então que seja uma coisa a sério e não quase um assoprar de folhas). Estrid é um dos bons exemplos. Depois o encadeamento da narrativa de Edwina tem algumas falhas grosseiras. Tão depressa está aqui como ali para depois voltar atrás. Acaba por se tornar confuso. Há algum recurso a algumas expressões pouco usadas (aleivoso, fenecer, etc). E, claro, o epilogo. Perfeitamente dispensável, a história podia acabar aqui. 

Então e porquê as quatro estrelas em vez de três? Porque merece mais uma estrela pelo fim de Catwin e Throst (acompanhem-me num minuto de silêncio por eles)

(....)

E porque, efectivamente, a história está bem contada, as personagens são fortes (finalmente consegui sentir alguma empatia por Edwina e até torci por ela) e bem construidas. 

De todo o modo, acho que cinco volumes numa saga é mais que suficiente. Mais que isso é cansativo para os leitores e não há qualquer necessidade de o fazer. Ainda para mais quando, como é o meu caso, se lê todos os livros de seguida. Cansa e acaba por tirar o encanto à leitura. 

Voltarei às Pedras Mágicas talvez no próximo ano.

(leia aqui as primeiras páginas)

Classificação: 

May we meet again

Conheces o meu blog generalista?

Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?

Autoria e outros dados (tags, etc)

O Círculo do Medo

por Magda L Pais, em 23.01.19

6333225.jpg

O Círculo do Medo de Sandra Carvalho

A Saga das Pedras Mágicas #4

ISBN: 9789722338417

Editado em 2007 pela Editorial Presença

Sinopse

A norte reina uma paz instável nas terras dos Vinquingues que submeteram os Vândalos e Aesa, a sua rainha, sob apertado cerco; para sul, estabeleceram-se o Império e a fé cristã, em boa vizinhança com a ilha dos Sonhos; muito longe, ainda mais para sul, fica a ilha do maquiavélico Sigarr, onde no último volume Edwina assistiu ao desaparecimento do seu amado Edwin nas águas profundas do oceano. Contudo, na sombra, os mestres da Arte Obscura conspiram: não desistem de se assenhorar das Pedras Mágicas da feiticeira Aranwen. Julgando Edwin morto, Edwina, a Rainha do Sol, desposa Ivarr, e todos esperam dela um herdeiro que perpetue a linhagem dos reis vinquingues. Mas será que mistérios ainda ocultos virão a alterar o rumo dos acontecimentos? Poderão, como profetizado, as essências do Sol e da Lua fundirem-se numa só, para darem origem a um Conhecimento superior, como o de um deus? Serão os nossos heróis suficientemente fortes e determinados para superarem todas as provas que o destino lhes impõe?

A minha opinião

Para ser sincera, começo a desiludir-me um pouco. Este livro é o típico "encher chouriços", que pouco ou nada adianta, tirando as últimas páginas que tornam o livro melhor e que deixa muito em aberto para o próximo.

Reconheço as capacidades da autora, reconheço que a história está - no geral - bem criada, consistente e interessante, tal como as personagens que são fortes e e coerentes. A questão é que O Círculo do Medo engonha um bocado, enrola aqui e ali e não tem aquele ritmo que me habituei com os livros anteriores da saga.

Edwina continua a ser uma personagem pela qual não consigo a mesma empatia que senti por Cat. Edwin quase que não aparece e Thora torna-se mais interessante que a irmã mais velha.

Por outro lado, o problema também pode ser de estar a ler os livros todos de enfiada e depois, com as expectativas elevadas, à mínima coisa, desiludo-me, ainda que não o suficiente para a colocar de lado. 

Talvez depois do próximo volume, faça um intervalo e leia outro autor.

Leia aqui as primeiras páginas

Classificação: 

May we meet again

Conheces o meu blog generalista?

Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?

Autoria e outros dados (tags, etc)



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog

calendário

Fevereiro 2019

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728