Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




O Rei Veado

por Magda L Pais, em 10.07.16

15826538.jpg

O Rei Veado de Marion Zimmer Bradley

As Brumas de Avalon Volume III

ISBN: 9789896374440

 
Sinopse
Nos anos que se seguem à coroação do rei Artur, a rainha Gwenhwyfar continua as suas manipulações para assegurar a lealdade do seu marido à igreja cristã, enquanto a sacerdotisa Viviene decide confrontar Artur pelo ato de traição contra Avalon.
Nos bastidores, Morgaine planeia o casamento de Lancelet, que ameaça sucumbir ao desespero pelo triângulo amoroso em que se vê enredado. Quando a rainha Gwenhwyfar descobre esse plano, jura vingança. Morgaine, através do seu próprio casamento, dedica-se a fortalecer a causa de Avalon. As sacerdotisas da Ilha das Brumas tudo farão para competir pela alma da Grã-Bretanha contra a maré insurgente da Cristandade. Mas que efeitos terá a chegada do jovem Gwydion, filho de Morgaine e Artur? Irá correr em auxílio do rei ou libertar o caos?
 
A minha opinião
É difícil não me repetir quando (re)leio os quatro volumes d'As Brumas de Avalon, seguidos, sem intervalo e quase sem respirar entre eles. A mestria da autora, a forma fantástica como vai juntando as pontas daqui e dali, as histórias, feitios e feitos, as diferenças entre os discursos cristãos e pagãos, a diferença de personalidades e os respectivos comportamentos.... tudo pensado ao detalhe, num mundo onde o cristianismo continua a crescer - em crentes e em devoção e onde os cultos pagãos - de que Avalon e a Deusa são o expoente máximo - continuam a decrescer.
Morgaine, a fada, continua - tantos anos volvidos - a ser uma das minhas personagens mais queridas. A dor que sente por o seu irmão, Arthur, trair Avalon e tudo o que ela acredita ultrapassa a sua própria magoa por ter abandonado o filho de ambos na corte de Morgause. E a dúvida - dela e nossa - se tivesse ficado em Avalon em vez de ter fugido, teriam os acontecimentos sido iguais?
Igual a ela própria, Marion Zimmer Bradley leva-nos pela mão num mundo imaginado por ela. A lenda do Rei Artur, que regressará nas Brumas quando a Bretanha necessitar - tal como o nosso D Sebastão - contada pelas mulheres que o amaram - Morgaine e Gwenhwyfar - apesar das religiões de ambas serão tão dispares.
Resta-me apenas mais um volume para matar a minha sede de Avalon e das suas brumas. Perdoem-me mas O Prisioneiro da Árvore, o derradeiro volume desta  tetralogia já me chama.
 
 
 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog

calendário

Julho 2016

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31