Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Quem Teme a Morte

por Magda L Pais, em 12.11.18

40220967.jpg

Quem Teme a Morte de Nnedi Okorafor

ISBN: 9789897731082

Editado em 2018 pela Saída de Emergência

Sinopse

Num futuro distante, um holocausto nuclear devasta o continente africano e dá-se um genocídio numa das suas regiões. Os agressores, os Nuru, de pele mais clara, decidiram seguir o Grande Livro e exterminar os Okoke, de pele mais escura. Mas, depois de ser violada, a única sobrevivente de uma aldeia Okoke consegue escapar e refugiar-se no deserto. Dá à luz uma rapariga com cabelo e pele cor de areia e a mãe percebe, nesse momento, que a sua filha é diferente. Dá-lhe o nome de Onyesonwu, que significa "Quem Teme a Morte?".

Treinada por um misterioso xamã, Onyesonwu sabe que tem um destino mágico a cumprir: pôr fim ao genocídio do seu povo. A jornada para cumprir tal proeza irá pô-la em confronto com a natureza, a tradição, o amor verdadeiro, os mistérios da sua cultura… e, por fim, com a própria morte.

A minha opinião

Quem Teme a Morte lembra-me aquela velha expressão: primeiro estranha-se, depois entranha-se. Nas primeiras páginas estranhamos a escrita, o nome das personagens, a história… quase que estranhamos o papel, de tão estranho que é. Mas aos poucos, Onye e Mwita vão-se tornando familiares ao ponto de quase esperarmos que eles estejam ali ao nosso lado enquanto vamos acompanhando a sua história.

Confesso que, apesar de ter lido a sinopse antes, esqueci-me completamente que, Quem Teme a Morte, se passa numa África pós apocalíptica. Para mim passa-se numa África alternativa, mítica e mágica, num tempo sem tempo definido.

Quem Teme a Morte mistura mitos, magia e realidade. Mistura violência e violações com coragem, amor e amizade. Mostra-nos a guerra como ela é, com dois lados que se voltam um contra o outro, mas também nos mostra a esperança.

Não é, seguramente, um livro fácil ou leve. É pesado e forte. E, ao mesmo tempo, extraordinariamente leve. Um livro que mistura sentimentos duma forma tão perfeita que merece, seguramente, uma leitura.

(leia aqui as primeiras páginas)

Classificação: 

Entretanto...

Conheces o meu blog generalista?

Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Leitura Alheia: Silêncio

por Magda L Pais, em 12.11.18

15713444.jpg

Silêncio de Shusaku Endo

ISBN: 9789722041355

Editado em 2010 pela Dom Quixote

Sinopse

Uma fascinante introspecção que questiona o silêncio de Deus perante a agonia dos que nele crêem.

Silêncio, cuja acção decorre no século XVII, conta-nos a história de um missionário português envolvido na aventura espiritual da conversão dos povos orientais, o qual acaba por apostatar, após ter sido sujeito às mais abomináveis pressões das autoridades japonesas, para evitar que um grupo de fiéis seja por ordem delas torturado até à morte.

Antes de chegar ao Japão, a sua viagem leva-o a Goa, depois a Macau e, finalmente, a Nagasáqui e Edo, em etapas que pouco a pouco o transportam a esse Oriente hostil, onde no entanto já se contam alguns milhares de convertidos à fé católica.

Aí descobre, na luta contra as pessoas e o ambiente adversos, a verdadeira fé, liberta de todo o aparato externo, eclesiástico ou mundano. E aí acaba por experimentar a derradeira solidão, que é o destino daqueles que quebram a comunhão com o que mais profundamente marca a sua identidade.

A opinião da Maribel

Este Silêncio, escrito por Shusaku Endo, foi o livro que escolhi para apresentar no desafio proposto pela nossa Magda Pais, que me convidou a fazer parte desta sua nova rubrica: “Leituras Alheias”, desde já agradeço o convite para entrar em blogue alheio!

Escolhi esta obra, não por ser um livro leve de ler, ou animado na sua narrativa, pelo contrário, é um livro que apresenta uma história complexa e dramática de um simples padre missionário que procura evangelizar e difundir a Fé Cristã no Japão que, em nada se apresenta disponível, para acolher tal religião!

Embora seja um livro pequeno em número de páginas, apresenta-se complexo e repleto de relatos históricos e culturais. Mostra várias formas de olhar a religião e a Fé. Questiona, constantemente, os nossos próprios conceitos de moral e ética. Realça realidades políticas e culturais…

Esta obra deixa-nos expectantes em relação a toda a ação que está inerente ao personagem principal, mas deixa-nos desconfiados e curiosos sobre tantas outras personagens: quem não se questiona, tantas vezes, sobre a ação enigmática de Kichigiro, ao longo deste enredo?!

Um livro que não me permitiu ficar indiferente… que me deixou triste e a sorrir só em um ou dois ‘virar de páginas’, que me ensinou muito sobre humildade, Fé, humanidade, ideologias, escolhas, culturas, segredos e silêncios…

Não proponho este livro a todas as pessoas, proponho-o apenas a quem queira sentir emoções diferentes na leitura… a quem deseje questionar valores e moralidades… a quem tencionar refletir muito para além do seu recinto de conforto… a todos/as os/as que desejem uma leitura intensa em relatos de vidas e vivências sofridas e intensas…

Leia aqui as primeiras páginas

Classificação: 

May we meet again

Conheces o meu blog generalista?

Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?

(às 9h30 de segunda feira, leituras alheias traz-vos opiniões sobre livros de outros bloggers ou amigos)

Autoria e outros dados (tags, etc)



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog

calendário

Novembro 2018

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930