Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




O Beijo da Noite

por Magda L Pais, em 06.11.18

9281306.jpg

O Beijo da Noite de Sherrilyn Kenyon

Predadores da noite #5

ISBN: 9789898032881

Editado em 2010 pela Saída de Emergência

Sinopse

Predador da Noite… um guerreiro imortal que entregou a alma a Ártemis por uma oportunidade de vingança contra os seus inimigos. Em troca, jurou passar a eternidade a proteger a humanidade dos daemon e dos vampiros que se alimentam dela.

O Predador da Noite Wulf é um antigo guerreiro viking com um poder útil mas muito irritante: amnésia. Ninguém que o conheça pessoalmente se lembra dele passados cinco minutos. Torna fáceis os engates de uma noite, mas difícil qualquer relacionamento mais sério e, sem encontrar o amor verdadeiro, não poderá recuperar a alma. Depois conheceu Cassandra, a única mulher capaz de se lembrar de si. No entanto, enquanto princesa da raça amaldiçoada que Wulf jurou caçar, ela está-lhe proibida…

Mais uma obra fenomenal que coloca Sherrilyn Kenyon directamente no topo do melhor romance paranormal.

A minha opinião

Tenho para mim que estou a fazer uma asneira tremenda com estes livros. Não com a sua leitura mas porque ando a ler, de enfiada, todos os livros que já saíram.

Enfim... depois, queixa-te, Magda, que ficas sem predadores da noite para ler...

O curioso deste livro é que algumas coisas entram em contradição com outras que li noutros livros. Não muitas mas talvez por os estar a ler muito próximos uns aos outros, tenho os acontecimentos ainda muito frescos, Mas nada de grave, nada que impeça a leitura ou que faça com que os livros sejam mais fracos.

Também curiosa é a história. E, no caso d'O Beijo da Noite, temos quase que um Romeu e Julieta dos tempos fantásticos já que os personagens principais pertencem a raças diferentes que, supostamente se devem odiar.

O Beijo da Noite tem ainda a vantagem adicional de nos mostrar como nem tudo é branco e branco, como a vida tem várias cores e que devemos tentar perceber tudo antes de tirarmos conclusões precipitadas. É tão bom como isso.

E, claro, há romance, há erotismo e há humor. Para além da fantasia, claro. Algumas personagens dão aqui uma perninha permitindo-nos matar algumas saudades.

Tudo em bom como convém.

Leia aqui as primeiras páginas

Classificação: 

May we meet again

Conheces o meu blog generalista?

Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Leitura Alheia: Uma Viagem à Índia

por Magda L Pais, em 05.11.18

10696348.jpg

Uma Viagem à Índia de Gonçalo M. Tavares

ISBN: 9789722121309

Editado em 2010 pela Editorial Caminho

Sinopse

A primeira epopeia portuguesa do século XXI.

Imagine uma aventura da mesma magnitude de Os Lusíadas, mas que fosse escrita hoje. Um homem que faz uma viagem à Índia, tentando aprender e esquecer no mesmo movimento, traçando um itinerário de uma certa melancolia contemporânea. É assim que os grandes críticos têm definido este livro, escrito por Gonçalo M. Tavares, um dos mais aclamados escritores portugueses da nova geração

A opinião da Gaffe

Não sou crítica literária. Não sei guiar as minhas leituras pelos intrincados corredores da Teoria da Literatura. Sou apenas uma leitora um bocadinho compulsiva que escolhe a emoção como elemento primordial na selecção de um livro.

Sou impelida, portanto, a dirigir a atenção de quem quer espreitar uma breve análise mais erudita das páginas que maravilham, para Eduardo Lourenço e para o prefácio do livro que, na minha mais humilde e siderada opinião, é uma das mais belas obras que nos foi dado conhecer e, com a certeza do translumbre, o livro que durará os séculos que por aí faltam e virão.

Uma Viagem à Índia de Gonçalo M. Tavares é uma das mais extraordinárias obras que alguma vez me foram dadas a ler e compensa algumas as desilusões com que a literatura portuguesa nos tem brindado ultimamente.

Uma Viagem à Índia deve ser lido várias vezes. São um aglomerado de quadros, uma narrativa em socalcos, que nos abraça, nos aperta o coração e nos pede para pensar, depois de seduzidos e absolutamente fascinados e deslumbrados pelo que se encadeia de modo comovente de tão magistral. É uma obra genial e, como todas as produções geniais, particularmente no âmbito da literatura, imprescindível ao acervo mais íntimo de cada um de nós.

Sinto-me orgulhosa por ser contemporânea de um génio e de me ser dada a possibilidade de lhe reconhecer de forma inequívoca essa genialidade. Sinto-me grata por ter oportunidade de assistir ao crescimento em tempo real do escritor - a palavra tem qualquer coisa de sagrado quando nos reporta a este livro - que vai doando à literatura universal pedaços inolvidáveis de eternidade.

Deixar de o ler é quase como deixar voluntariamente de respirar. 

A minha querida Magda fala-vos do resto.

Leia aqui as primeiras páginas

Classificação: 

May we meet again

Conheces o meu blog generalista?

Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?

(às 9h30 de segunda feira, leituras alheias traz-vos opiniões sobre livros de outros bloggers ou amigos)

Autoria e outros dados (tags, etc)

A Cidade das Cinzas

por Magda L Pais, em 02.11.18

7756722.jpg

A Cidade das Cinzas de Cassandra Clare

Caçadores de Sombras #2

Editado em 2013 pela Editorial Presença

ISBN: 9789896570620

Lido em 2015

Sinopse

Clary Fray só queria que a sua vida voltasse ao normal. Mas o que é normal quando és um Caçador de Sombras? A tua mãe está em estado de coma induzido por artes mágicas, e de repente começas a ver lobisomens, vampiros e fadas? A única hipótese que Clary tem de ajudar a mãe é pedir ajuda ao diabólico Valentine, que, além de louco, simboliza o Mal - para piorar o cenário também é seu pai.

 

A minha opinião

Depois de ler A Cidade dos Ossos não descansei enquanto não tive, nas mãos, os restantes livros desta autora. Na Wook estavam com o preço entre os 17 e os 19 euros e eu, com cento e pouco livros para ler, não me apetecia comprar mais e muito menos comprar 9 livros seguidos a esses preços. Por outro lado queria mesmo ler estes livros (problemas de quem gosta de ler, que se pode fazer?). Acabei por os conseguir a 10 euros cada, no facebook, num dos grupos de venda de livros usados e por isso já os tenho cá em casa.

Não é fácil falar no segundo livro duma série (ainda para mais neste caso com o problema acrescido uma vez que são seis os livros da colecção Caçadores de Sombras) mas vamos tentar.

A vida de Clary sofreu uma reviravolta e das grandes. De repente descobre que a mãe era Caçadora de Sombras, que o pai não morreu e que é louco e o malvado Valentine que todos os caçadores de sombras temem e que o rapaz por quem se apaixonou é, afinal, seu irmão. Como se não bastasse este cenário, a mãe está em coma e não se consegue acordar, vampiros, demónios e fadas são realidade, Luke, o melhor amigo da mãe é um lobisomem e ela própria tem poderes que desconhece. A única coisa que se mantêm estável é Simon, o seu melhor amigo.

Ou então não.

Clary e Jace têm de escolher. E rapidamente. Tem de escolher manterem-se fiéis à Clave e à sua luta contra Valentine e os demónios ou se preferem a via mais fácil e juntar-se ao pai.

Intenso, bem escrito e viciante. Estes são apenas alguns dos adjectivos que me vêm à cabeça quando penso no que escrever sobre este livro. Mais uma vez cheguei atrasada aqui e ali porque estava embrenhada no livro de tal modo que não dei pelo tempo passar. Assim vale a pena.

Classificação: 

May we meet again

Conheces o meu blog generalista?

Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 4/4




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog

calendário

Novembro 2018

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930