Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Naná, o Meu Amor de Quatro Patas

por Magda L Pais, em 04.01.19

26025271.jpg

Naná o Meu Amor de Quatro Patas, de Paula Carvalho, Ruy de Carvalho

Editado em 2015 pela Matéria Prima

ISBN: 9789897690228

Lido em 2015

Sinopse

Há um elo único e insubstituível entre um dono e o seu cão. Esta é a história de um homem e da sua última companheira de viagem. Uma vida em comum de dezasseis anos, repleta de traquinices, momentos de alegria e de tristeza, provas de fidelidade e companheirismo. E de amor, muito amor. Ruy de Carvalho aprendeu mais do que ensinou, recebeu mais do que deu. E partilha connosco esses momentos de ouro da sua vida.

A minha opinião

Todos sabem que sou apaixonada pelos meus animais. E não sabem mas Ruy de Carvalho é o meu actor português favorito. Ruy de Carvalho é um Senhor em todos os aspectos.

Claro que juntando-se animais e Ruy de Carvalho, este era um livro a ler. Aproveitei que o Sr Conde Viriato (com a devida vénia) e Rei Lear veio à XII Edição da Feira do Livro de Sesimbra e comprei o livro com o devido autógrafo. Foi ontem e hoje já o acabei de ler. Pois, ficou a saber a pouco.

Este livro, para além de ser um hino à extraordinária amizade entre o autor/actor e a cadela Naná, é também uma lição de vida para aqueles que não gostam de animais e que acham que, quem tem cães ou gatos (ou outros) não é bom da cabeça.

Como disse Paula Carvalho, que falou um pouco sobre o livro na apresentação, este livro é para ser lido por quem tem animais mas, acima de tudo, por que não gosta de animais. Para que percebam que são livres de não gostar deles mas não são livres para os maltratar. Que deixem em paz quem os tem, quem gosta e cuida deles.

É impossível ficar indiferente a este livro. Impossível. Mas, quanto a mim, o que sobressai é o decálogo para os animais e que passo a transcrever:

  • Tentem não se afastar dos vossos animais por muito tempo;
  • Dêem ao vosso animal o tempo para que perceba quais são os limites e para que ele próprio possa saber o que esperam dele;
  • Confiem. Só confiando nos nossos animais podemos ter uma relação feliz;
  • Devemos tratar os nossos animais como seres especiais porque eles só nos têm a nós;
  • Falem com os vossos animais;
  • Seja o que for que fizeres por mim (animal), nunca te esqueças que isso irá ficar gravado na minha memória para sempre;
  • Dêem aos outros animais que venham a ter o amor que receberam do companheiro que partiu;
  • Há que cuidar bem de quem precisa, porque, um dia, seremos nós a necessitar de alguém.

São princípios simples de seguir e tão importantes…

A Naná nasceu na casa de Ruy de Carvalho e por dezasseis anos foi companheira inseparável deste Senhor do teatro. Morreu, fisicamente, no final do ano passado mas como só morre quem é esquecido, desconfio que nunca morrerá porque marcou profundamente toda a família. No final do livro podemos ler as palavras que a família lhe dedicou neste livro (que, confesso, me emocionaram).

Leiam e percebam como é possível amar os nossos animais! 

20150801_215513.jpg

 

Classificação 

leia aqui as primeiras páginas

May we meet again

Conheces o meu blog generalista?

Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?

Autoria e outros dados (tags, etc)



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog

calendário

Janeiro 2019

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031