Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




12 Anos Escravo

por Magda L Pais, em 17.04.19

12anos.jpg

12 Anos Escravo de Solomon Northup 

Escrito em 1841

ebook

Sinopse

Nova Iorque, 1841. Solomon Northup, um negro livre, vive com a mulher e os filhos. Leva uma existência pacífica, entre os dotes de carpinteiro e o talento para tocar rabeca.

Ao aceitar o convite de dois homens para entrar numa digressão, vê a sua vida mudar para sempre. A glória e o lucro prometidos transformam-se num pesadelo quando, após uma noite de copos, acorda acorrentado.

É comprado pelo dono de uma plantação na Luisiana e, a partir desse momento, torna-se um escravo. Decorrerão doze anos até ser finalmente libertado.

Doze Anos Escravo foi escrito durante o seu primeiro ano de liberdade e conta a sua experiência de vida ao longo dos anos de cativeiro. Um relato extraordinário pela voz do próprio Solomon Northup.

A minha opinião

Há livros que nos pesam, que nos deixam sem voz e sem saber o que pensar. 12 Anos Escravo é um desses livros.

12 Anos Escravo pesa na nossa consciência por dois motivos principais. A escravatura e os horrores que seres deshumanos fizeram (e nalguns sítios ainda fazem) a outros e porque, no meio da desumanidade que era/é a escravatura, ainda se tornava/torna pior quando as pessoas são raptadas para servirem como escravas, sem terem direito a defenderem a sua liberdade.

Escrito em 1841 por Solomon Northup, em 12 Anos Escravo acompanhamos a vida do autor entre o seu rapto e o voltar a conquistar a liberdade, conhecendo as amarguras pelas quais os escravos passam, desde a venda (onde não nem sequer são respeitados - se é que se pode falar em respeito numa venda de seres humanos - os graus de parentesco, onde mães e filhos são separados ao gosto dos vendedores/compradores) até à morte - pela qual muitos anseiam desde o primeiro momento de cativeiro, tal é a violência com que são tratados pelos seus donos.

Há dois momentos no livro que me chocaram e arrepiaram.

Primeiro a mãe com dois filhos que passam duma situação de alguma riqueza e bem estar para escravos, só porque o pai das crianças morreu. A separação entre os três, quando são vendidos em separado é arrepiante.

Depois quando uma escrava é açoitada por ordens da esposa do fazendeiro apenas por ser bonita...

Que diferença existe na cor da alma?

12 Anos Escravo passa-se, mais ou menos, entre 1841 e 1853, em pleno século XIX. Eu, pela parte que me toca, gostaria de acreditar que a escravatura teria ficado restringida a esse período negro e que hoje, em pleno século XXI, fizesse apenas parte dos livros de história, na área reservada aos períodos negros da humanidade. Infelizmente não é isso que acontece e, quase todos os dias, somos confrontados com histórias actuais de escravidão. 

Era bom que pudéssemos fazer algo sobre isso...

Leia aqui as primeiras páginas

Classificação: 

May we meet again

Conheces o meu blog generalista?

Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?

Autoria e outros dados (tags, etc)



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog

calendário

Abril 2019

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930