Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



A Marca de Kushiel

por Magda L Pais, em 03.05.18

8149246.jpg

A Marca de Kushiel de Jacqueline Carey

Kushiel #2

ISBN: 9789896372200

Editado em 2010 pela Saída de Emergência

Sinopse

Terre d’Ange é um lugar de beleza sem igual. Diz-se que os anjos deram com a terra e a acharam boa… e que a raça resultante do amor entre anjos e humanos se rege por uma simples regra: ama à tua vontade.

Para trás ficaram Terre d´Ange e as intrigas palacianas, a Corte das Flores da Noite, os amados Delaunay e Alcuin, os amigos, patronos e tudo o que para Phèdre evoca a palavra "casa"... Para trás ficaram também a herdade e a familiaridade da sua ternura tosca, a gentileza das suas mulheres e a beleza das suas cantigas... Diante de Phèdre abre-se agora a incógnita de um destino de cativeiro às mãos do cruel Waldemar Selig, no ambiente hostil da sua herdade e das suas gentes... O desvendar da ameaça que paira sobre Terre d´Ange, dos planos de um poderoso comandante e dos traidores d´Angelines. Pela pena de Phèdre, afrontamos o Mais Amargo Inverno através da vastidão skáldica. O retorno a Terre d´Ange e a oportunidade de salvar tudo o que lhe é mais querido.

Traição, guerra, desafio, imolação, amor e redenção. Logrará Phèdre fazer jus à Marca de Kushiel e concretizar esse sonho tão ansiado?

A minha opinião

Depois de reler O Dardo de Kushiel, peguei de imediato n'A Marca de Kushiel aproveitando, ao máximo, o tempo que estive nas Finanças e na Conservatória do Registo Predial (depois esbardalhei-me no meio da avenida mas isso é outra história).

Enquanto o primeiro livro tem mais cariz sexual (não sendo exactamente erótico mas deixando entrever o que não é dito, o que o torna ainda melhor), este segundo é mais político, com mais intrigas, guerras e conspirações, sempre com Phèdre e Joscelin no centro da acção, sendo que Phèdre nos guia por um sistema social e político que se poderia tornar confuso não fosse a mestria com que Jacqueline Carey o descreve - sem se alongar demasiado em descrições, criando empatia com as personagens e reforçando as ligações que se foram criando com o leitor no primeiro livro.

As personagens... criadas duma forma extraordinária, com fortes personalidades e fortes convicções, capazes, todas elas de nos inspirar todo o tido de sentimentos - carinho, ódio, simpatia e até uma ou outra risada. Todas bem construidas e credíveis, todas importantes para o desfecho final. E todas surpreendentes uma vez que o inesperado espreita a cada capitulo.

Ainda não vos convenci a ler esta saga? nem sabem o que perdem. Por mim estou rendida e, portanto, já estou a ler o terceiro volume. Entretanto, leiam aqui as primeiras deste volume e percam-se de amores por esta série.

Classificação: 

Entretanto...

Conheces o meu blog generalista?

Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?

Autoria e outros dados (tags, etc)


10 comentários

De Chic'Ana a 03.05.2018 às 10:17

Bom... fiquei convencida... tenho de ir procurar =)
Beijinhos

De Magda L Pais a 03.05.2018 às 16:13

pronto! e se quiseres posso emprestar-te :D

De Chic'Ana a 03.05.2018 às 17:42

Sim, depois se não te importares, daqui a uns meses quando tiver mais tempo para ler =D

De A rapariga do autocarro a 03.05.2018 às 15:57

5 ?quer matar papai!! Mai uma saga para me agarrar e depois quem me cura das ressacas???

De Magda L Pais a 03.05.2018 às 16:13

ahahahahahahahah sim! seis livros! cinco estrelas aos dois primeiros. O terceiro vai no mesmo caminho. Estás tramada, basicamente! ahahahahahaha (risada maléfica)

De Anónimo a 03.05.2018 às 17:37

Este segundo livro tem uma cena que até hoje me arrepia sempre que penso nela. E o mais engraçado é que com tudo o que acontece à Phèdre a nível sexual, a cena que mais me incomoda não tem nada a ver com sexo ahahaha. Mas de cada vez que penso nela sinto uma impressão ali no cimo das costas (não sei se estás a ver que cena é, mas não quero ser spoiler!) :) E já passaram vários anos desde que li o livro. Marcou-me mesmo :)

De Magda L Pais a 03.05.2018 às 18:06

ahahahahahaha sim, sim, A cena com o Selvig pouco antes da batalha, certo? credo que até me arrepiei toda

De Anónimo a 07.05.2018 às 12:45

Essa mesmo!! Já li os livros em 2011 e ainda me arrepio quando penso nela.
Ai terei mesmo de reler estes livros este ano, estás a deixar-me cheia de vontade!
Alexx***

De Magda L Pais a 07.05.2018 às 12:48

Ainda por cima somos "confrotados" com as lembranças de Phèdre desse mesmo "acontecimento" nos livros seguintes. ahahahaah´

Acho que fazes muito bem em reler ;:D

Comentar post




Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.