Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A Pedra das Lágrimas

por Magda L Pais, em 30.01.19

a pedra das lágrimas.png

A Pedra das Lágrimas de Terry Goodkind

Saga A Espada da Verdade #2

Tradução: Ângelo dos Santos Pereira

Parte I

ISBN: 978-972-0-68587-2

Editado em 2015 pela Porto Editora

Parte II

ISBN: 978-972-0-68610-7

Editado em 2015 pela Porto Editora

Sinopse

Parte I

Richard e Kahlan conseguiram finalmente vencer o poderoso Darken Rahl. Contra todas as probabilidades, encontram também uma forma de viver algo que julgavam impossível: o seu amor.

No entanto, o que parecia ser o início de um longo idílio é bruscamente interrompido: o véu para o mundo inferior foi rasgado. Darken Rahl, agora no reino dos mortos, é colocado ao serviço de um poder ainda mais sinistro, pior do que qualquer outro: o Guardião do mundo inferior pretende governar também os vivos, aprisionando-os num limbo eterno. O único capaz de o deter é Richard, o homem que nasceu para a verdade e que foi marcado pela morte.

Guerra, sofrimento, tortura e mentiras envolvem nas suas teias o seeker e a Madre Confessora. Um destino de morte violenta - ou uma existência condenada ao calvário perpétuo - parece certo, a menos que a sua coragem e fé, e um pouco de sorte, os conduzam à chave que pode circunscrever o poder do Guardião: a Pedra das Lágrimas.

Parte II

Esta é a segunda regra dos feiticeiros: O pior dos males pode surgir da melhor das intenções 

Os caminhos de Richard e Kahlan separaram-se: forçado a submeter-se aos desejos da Madre Confessora, o portador da Espada da Verdade encaminha-se para o Palácio dos Profetas, em Tanimura, a fim de aprender a controlar o seu dom, antes que este o mate. Por outro lado, a última das Confessoras, enredada numa trama de mentiras piedosas cujo único objetivo é salvar a vida do homem que ama, dirige-se para a Fortaleza dos Feiticeiros, em Aydindril, onde espera encontrar Zedd e, juntos, ajudarem Richard a cumprir o seu destino.

Todavia, num mundo em que a magia é, simultaneamente, uma bênção e uma maldição, e em que qualquer um pode ser um agente do Guardião disfarçado, distinguir aliados de inimigos revela-se uma tarefa hercúlea. Através dos seus próprios erros, o seeker e a Madre Confessora vão descobrir, da forma mais dolorosa, que a maior das bondades e a melhor das intenções podem constituir um caminho insidioso para a destruição.

Sabedoria, prudência e uma boa compreensão da primeira regra dos feiticeiros são as únicas armas de que dispõem: mas serão suficientes para reparar o véu e devolver a Pedra das Lágrimas ao reino dos mortos?

A minha opinião

Tal como aconteceu com A Primeira Regra dos Feiticeiros, a Porto Editora resolveu que um livro - A Pedra das Lágrimas - seria dividido em dois para que não andemos com 600 páginas às costas. Obrigado caros amigos, em nome de todos os que andam com livros na mala/mochila/mão, agradeço profundamente. Mas quando chega a hora da critica, é mais lógico (acho eu) que se juntem os dois livros num só.

Fantasia da boa. Com estas 3 palavras se resume o que achei destes dois livros. Terry Goodkind, que eu desconhecia até aquele fatídico dia no Continente, é um escritor de mão cheia  que consegue encantar com a sua escrita simples e acessível, partilhando connosco uma história bem construida (e até credível), onde o bem vence o mal e onde se mostra que nem tudo é a preto e branco, havendo sempre um espectro de cores bastante extenso.

A Pedra das Lágrimas mantém o ênfase no amor, na amizade e na confiança, provando que nem tudo o que parece, é. Esta é uma história que nos prende, da primeira à última página, cheia de acção e emoção, mistério e magia e onde o perigo espreita a cada página.

As personagens continuam fortes e bem construidas. Os diálogos são credíveis e, a cereja no topo do bolo: há momentos em que o humor também dá o ar da sua graça (e tanto que os livros melhoram com pequenos apontamentos de humor).

Resumindo, mais um livro (neste caso dois) que valeu a pena ler!

Classificação:  

Leia aqui as primeiras páginas da primeira parte e da segunda parte)

May we meet again

Conheces o meu blog generalista?

Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?

Autoria e outros dados (tags, etc)


5 comentários

De A rapariga do autocarro a 30.01.2019 às 15:37

Oh deus, mais livros bons  de fantasia!!

De Magda L Pais a 30.01.2019 às 15:58

E dos muito bons

De Edite a 30.01.2019 às 20:36

Qual dia fatídico do Continente? Podes contar?

De Magda L Pais a 30.01.2019 às 21:50

Claro..  foi o dia em que comprei os dois primeiros volumes desta colecção (está no post sobre a Primeira Regra dos Feiticeiros)

De Edite a 31.01.2019 às 08:55

ooooh, então, esse malvado anda sempre a atentar-nos a todas

Comentar post




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog

calendário

Janeiro 2019

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031