Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Antes de Sermos Vossos

por Magda L Pais, em 08.02.18

antes de sermos vossos.jpg

Antes de Sermos Vossos de Lisa Wingate

ISBN: 9789897103056

Editado em Fevereiro de 2018 pelas Edições Chá das Cinco

Sinopse

Inspirado em factos verídicos, esta é a história de duas famílias e da terrível injustiça que as mudou para sempre. Nascida num mundo de riqueza e privilégio, Avery Stafford tem tudo. Filha adorada de um senador americano, com a sua própria carreira como advogada e um noivo maravilhoso à espera em Baltimore, ela vive uma vida encantada.

Mas quando regressa a casa para ajudar o pai com um problema de saúde, um encontro casual com May Crandall, uma idosa desconhecida, deixa Avery profundamente abalada. Ao decidir descobrir mais sobre a vida de May irá embarcar numa viagem pela história oculta de crianças roubadas e adoções ilegais. E cedo irá desvendar um segredo que pode levar à devastação... ou à redenção.

Baseado num dos mais conhecidos escândalos da América — em que uma instituição de adoção vendeu crianças a famílias ricas —, este romance comovente e fascinante recorda-nos como, apesar de os caminhos que tomamos levarem a muitos lugares, o coração nunca esquece onde pertencemos.

A minha opinião

Georgia Tann é uma personagem incontornável da história americana. Considerada, inicialmente, como uma mulher extraordinária que ajudava crianças órfãs e que as colocava para adopção rapidamente (foi, inclusivamente consultada por Eleanor Roosevelt sobre alterações de fundo à lei das adopções), veio, mais tarde (mais ou menos em 1950), a descobrir-se que a esmagadora maioria das crianças que estavam sobre sua alçada tinham sido raptadas, algumas logo à nascença (dizendo aos pais que tinham morrido à nascença), outras enquanto iam para a escola e outras ainda enquanto brincavam na rua. As que sobreviviam à estadia no lar gerido por Georgia Tann eram depois vendidas a preço de ouro às famílias que queriam adoptar. E, se nalguns casos, essas famílias trataram as crianças com todo o amor e carinho, dando-lhes uma vida normal, outros foram abusados física e psicologicamente, usados para todos os fins imagináveis.

Antes de Sermos Vossos baseia-se precisamente nesta história, e deixa-nos de rastos quando, por fim, fechamos a última página. Há muito tempo que não lia um livro que me marcasse desta forma, que me fizesse olhar duas vezes para os meus filhos, pensando o que seria de mim se me acontecesse o mesmo que a tantas mães cujos filhos foram raptados (em idades diferentes) para depois serem vendidos.

Há muito tempo que não lia um livro que me deixasse de luto, sem vontade de pegar noutro de seguida. Um livro intenso, que mexe com todos os sentimentos, que mexe com as nossas convicções e que nos deixa um amargo de boca. 

Algumas crianças raptadas por Georgia Tann foram compradas por famílias abastadas, que as amaram como qualquer filho merece, que lhes deram oportunidades que nunca teriam com as famílias biológicas. Mas isso justificará o que lhes aconteceu? Ao longo de todo o livro vamos pensando nisto, o que o torna ainda mais memorável.

A narrativa de Antes de Sermos Vossos alterna entre May e Avery, entre o passado e o presente, entre uma vida de sofrimento e a busca pela verdade. E é por May que vamos atando algumas pontas soltas, que vamos percebendo o que sofreram as crianças que viviam no lar, expondo uma parte pouco conhecida e terrível da história. É por May que percebemos que as crianças, já frágeis por terem perdido a família biológica de forma traumática (raptadas!), passavam fome, eram maltratadas física e psicologicamente e abusadas sexualmente, sem qualquer hipótese de se defenderem.

Em Antes de Sermos Vossos o medo das crianças é o nosso medo. A escrita faz-nos mergulhar no medo e no pavor que as crianças sentiam. A mesma escrita que nos transmite o amor entre elas. Antes de Sermos Vossos é uma lição de história, misturada com ficção, duma forma poderosa e emotiva. E é, sem dúvida, um dos melhores livros que alguma vez li.  

(leia aqui as primeiras páginas)

Classificação: 

(este livro foi-me oferecido pela Edições Chá das Cinco em troca duma opinião honesta e sincera)

Entretanto...

Conheces o meu blog generalista?

Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


8 comentários

De Gorduchita a 08.02.2018 às 11:23

Fiquei com vontade (e ao mesmo tempo receio) de ler! Tudo o que fale sobre sofrimento de crianças, mexe imenso comigo. A ver se ganho coragem...

De Magda L Pais a 08.02.2018 às 11:24

Ganha coragem, a sério. Não te vais arrepender. é um livro extraordinariamente bom

De Célia a 08.02.2018 às 11:53

Vou ler este em breve, as minhas expectativas estão em alta! Espero gostar tanto como tu :)

De Magda L Pais a 08.02.2018 às 12:01

Tenho a certeza que sim, que irás gostar (oh p'ra eu a ser convencida aahahaahah). é um livro muito bom, no goodreads reune muito consenso

De Célia a 08.02.2018 às 12:03

Foi precisamente pelas boas opiniões que vi no GR que quis lê-lo... parece-me ser mesmo o meu estilo ;)

De Magda L Pais a 08.02.2018 às 12:07

Pois, foi o que me aconteceu. Achei a classificação elevada e o facto de tanta opinião consensual fez-me ficar com vontade de o ler (além da sinopse, claro). Não me arrependi, antes pelo contrário. Fiquei até com vontade de saber mais sobre este tema

De Célia a 08.02.2018 às 12:10

Eu não sabia nada sobre este caso, acho que vai ser uma boa oportunidade para ficar a conhecer. Depois dou a minha opinião ;)

De Magda L Pais a 08.02.2018 às 12:10

estás como eu. Nunca tinha ouvido falar nisto até ter lido este livro.

fico à espera :D

Comentar post




Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.