Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



As Inseparáveis

por Magda L Pais, em 04.07.18

10150966.jpg

As Inseparáveis de Kristin Hannah

ISBN 9789724246512

Editado em 2008 pelo Circulo de Leitores

Sinopse

Corre o ano de 1974 e o verão do amor está prestes a terminar. Os filhos das flores começam a perceber que não conseguem sobreviver apenas com paz e amor.

Kate aceitou o seu lugar no fundo da cadeia alimentar social do liceu. Até que, para seu grande espanto, a «rapariga mais fixe do mundo», Tully, a rapariga que todos os rapazes querem conhecer, muda-se para a casa da frente e quer ser sua amiga. Tully e Kate tornam-se inseparáveis e, chegado o fim do verão, prometem ser «melhores amigas para sempre».

Ao longo de trinta anos, Tully e Kate apoiam-se mutuamente, resistindo às tempestades próprias da amizade, do ciúme, da raiva, da dor e do ressentimento. Tully segue a sua ambição de conquistar o sucesso e a fama. Kate sabe que a única coisa que quer é apaixonar-se e ter uma família. O que ela não sabe é que ser mãe e esposa é algo que a vai mudar.

Julgam ter sobrevivido a tudo, até que um ato singular de traição as separa. Mas será que os laços de amizade que antes as uniram serão mais fortes do que esse afastamento quando surge uma tragédia?

A minha opinião

Disclaimer - esta opinião contem spoilers. Não que concorde que se deva fazer isso quando se dá a opinião sobre um livro mas é-me impossível falar neste livro sem o fazer. Prossigam, por isso, por vossa conta e risco.

Começo pelo fim. Este livro tirou-me o sono. Ontem não me quis deitar sem o acabar - grande erro - e o resultado foi uma insónia tremenda pela mistura de sentimentos que As Inseparáveis despertou.

A minha tia Lucília morreu de cancro da mama, diagnosticado inicialmente em 2007, há mais de onze anos. Lutou, com todas as forças, para que as mulheres ao seu redor nunca se esquecessem de fazer os exames regulares, de fazer a apalpação, de recorrermos ao médico ao mínimo sinal de alerta (mesmo que não seja caso de alarme). A grande tragédia que volta a unir Tully e Kate é o facto de Kate ser diagnosticada com cancro inflamatório da mama, já em fase avançada porque quando viu a mancha achou que não tinha importância (e o médico de clínica geral também desvalorizou e pensou que era apenas uma pequena inflamação ou uma mordida dum insecto). E, minhas caras, na luta contra o cancro, todos os segundos contam.

Este excerto sobre Kate poderia ser sobre a minha tia:

Antes disso, nos meses que tinham decorrido desde o seu diagnostico - que ela qualificara de Dia D - fizera tudo o que supostamente devia fazer e fizera-o com um sorriso para todos os que se encontravam presentes.

Cirurgia - claro, retalhem-me e cortem os seios.

Radiações - com certeza. Queimem-me.

Quimioterapia - Outra dose de veneno, por favor

tofu e sopa miso - Hum, que bom. Podem servir-me mais uma dose?

Cristais. Meditação. Visualizações. Ervas chinesas.

Fizera tudo aquilo e sempre com afinco e boa vontade. Mais importante ainda: acreditara em tudo aquilo, acreditara que, com tudo aquilo, ia ficar curada.

E sempre com um sorriso e sem se queixar.

Kate, tal como a minha tia, tem o tempo e a coragem de planear o seu funeral. E ambas deixaram uma última mensagem, para ser lida no funeral.

Imaginam, por isso, o meu estado de espírito ao ler este livro, pouco mais de duas semanas depois da morte da minha tia?

Mas este livro é muito mais que a doença e morte de Kate. É sobre duas pré adolescentes que se tornam as melhores amigas e que conseguem, apesar de tudo, manter a amizade, mesmo nos piores momentos.

Porque

36639122_2063521907221413_8450731729819271168_n.jpg

Sem dúvida que este livro me marcou. É um livro quase perfeito com personagens bem construidas, coerentes, com as quais poderíamos ter uma boa conversa, uma história que, apesar de tudo, tem um final feliz, que prova que o amor existe e que, muitas vezes, as segundas escolhas se tornam na única escolha.

Leiam, vão ver que não se vão arrepender.

Classificação: 

Entretanto...

Conheces o meu blog generalista?

Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?

Autoria e outros dados (tags, etc)




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog

calendário

Julho 2018

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031



Comentários recentes

  • Magda L Pais

    Tens de ler estes. São tão mas tão bons

  • Happy

    Eu li os Pilares, mas fiquei-me por aí. Gostei bas...

  • neuza

    ok,ok,é uma pena,esperemos então que saiam os outr...

  • Magda L Pais

    em Portugal por enquanto só saiu este

  • neuza

    Ok,parece ser um livro interessante,quais são os l...