Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Duas Irmãs, Um Rei

por Magda L Pais, em 14.06.18

6315700.jpg

Duas Irmãs, Um Rei de Philippa Gregory

ISBN: 9789722625463

Editado em 2008 pela Livraria Civilização Editora

Sinopse

Duas Irmãs, Um Rei apresenta uma mulher com uma determinação e um desejo extraordinários que viveu no coração da corte mais excitante e gloriosa da Europa e que sobreviveu ao seguir o seu próprio coração.

Quando Maria Bolena, uma rapariga inocente de catorze anos, vai para a corte, chama a atenção de Henrique VIII. Deslumbrada com o rei, Maria Bolena apaixona-se por ele e pelo seu papel crescente como rainha não oficial. Contudo, rapidamente se apercebe de que não passa de um peão nas jogadas ambiciosas da sua própria família. À medida que o interesse do rei começa a desvanecer-se, ela vê-se forçada a afastar-se e a dar lugar à sua melhor amiga e rival: a sua irmã, Ana. Então Maria sabe que tem de desafiar a sua família e o seu rei, e abraçar o seu destino. Uma história rica e cativante de amor, sexo, ambição e intriga.

A minha opinião

1.105 Kg de livro. Não estou a brincar, desta vez pesei o livro (na verdade foi um acidente, pousei o livro e só depois é que percebi que o tinha pousado na balança. Coisas que se fazem às 7h50 da manhã antes do café...). Acho que foi a única vez que tive consciência que não preciso de ir para o ginásio levantar pesos. Já o faço quando decido andar com estes livros às costas ou debaixo do braço. 

Adiante...

Duas Irmãs, Um Rei conta-nos a história depois de Catarina de Aragão, de como Henrique VIII, uma criança mimada, um rei pouco preparado e adulado por todos, se interessa por Maria Bolena, para, logo de seguida se perder de amores por Ana Bolena que será a segunda das seis mulheres que este rei terá e que leva à cisão da Inglaterra com a Igreja Católica.

Confesso que esperava que o livro fosse narrado por ambas, Ana e Maria. Mas é apenas pela voz de Maria que conhecemos este período conturbado que termina com a decapitação de Ana Bolena e com Maria longe da corte onde, um dia, foi a favorita.

Mais uma vez tenho de me repetir. Estes livros são extraordinários para se aprender história, para se perceber o passado. Admito, naturalmente, que haja alguma ficção misturada com a realidade dado que é praticamente impossível termos certezas do que se passou na época. Mas são retratos tão fieis que nos sentimos a viver na corte de Henrique VIII, sentimos a dor de Catarina (que mulher extraordinária, ainda que neste livro apenas a acompanhemos pelos olhos de Maria Bolena), e irritamo-nos com Ana Bolena e o seu feitio singular. 

Vá, nenhum de nós acredita que ela tenha praticado bruxaria. E todos aceitamos a homossexualidade como natural. O incesto não, claro que não. Mas nada disto justificaria que a jovem perdesse, literalmente, a cabeça.

Nota-se, em todo o livro (em todos os livros desta autora), o trabalho de investigação que é feito. E o conhecimento profundo do que era a realidade no período Tudor. As influências sociais e as tramas existentes na corte. Mas Duas Irmãs, Um Rei mostra-nos também como as mulheres das famílias mais próximas dos reis eram exploradas sexualmente pelos seus pais e familiares mais próximos com o único intuito de as ajudarem a subir na corte, na maioria das vezes obrigadas a esconder os seus sentimentos e, quantas vezes, obrigadas a saltar de homem em homem. 

Philippa Gregory consegue, mais uma vez, construir personagens fortes, interessantes e muito convincentes. E, acima de tudo, consegue, em cada livro, que as personagens que os "escrevem" (os narradores) não se confundam entre si. A forma como escreve, os diálogos, as descrições... Duas Irmãs, Um Rei apenas é idêntico aos outros na qualidade da escrita. E isso é uma das muitas mais valias destes livros. (isso e servirem de arma de arremesso se nos chatearmos com alguém enquanto os lemos)

Classificação: 

Entretanto...

Conheces o meu blog generalista?

Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram? 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)




Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.