Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Escrito nos Ossos

por Magda L Pais, em 12.08.18

9896312.jpg

Escrito nos Ossos de Simon Beckett

David Hunter #2

ISBN: 9789722338301

Editado em 2007 pela Editorial Presença

Sinopse

Depois de A Química da Morte, Simon Beckett regressa com um novo e trepidante livro. O antropólogo forense David Hunter é chamado para uma investigação policial com contornos um tanto bizarros. Na ilha de Runa é descoberto um corpo quase totalmente carbonizado, no entanto a cabana onde o mesmo é encontrado não apresenta sinais de incêndio. Apesar da polícia local atribuir a morte a um acidente, Hunter não fica satisfeito e decide investigar a verdadeira causa da estranha morte. Mas o mistério não acaba e, enquanto uma terrível tempestade se abate sobre a ilha, violentas mortes se sucedem em catadupa… Conseguirá David Hunter descobrir o assassino de Runa? Escrito por um dos melhores contadores de histórias da actualidade, este é um livro fascinante que cativa o leitor desde o início.

A minha opinião

Segundo livro da trilogia e, quanto a mim, ainda melhor que o primeiro. O problema, se é que pode ser chamado de tal, é que também aqui descobri rapidamente quem seria o assassino. Não sabia as razões mas um dos assassinos teria de ser a pessoa mais improvável (não é sempre este o principio?) e, em Escrito nos Ossos voltou-se a confirmar.

Seja como for, e apesar disso, Escrito nos Ossos volta a deixar-me o estômago às voltas com as descrições. Quem está desse lado que tenha visto a série "Bones" ponha o dedo no ar. Ok, lembram-se do que ela fazia? Agora imaginem um livro com essas descrições. Pois, é basicamente isso. Não é o melhor livro para ler quando se está a comer, podem acreditar.

(mas, em contrapartida, é o melhor livro para se ler quando uma amiga com que não estamos há imenso tempo está do outro lado da estação do comboio e se mete a dizer adeus, a telefonar, a mandar mensagens... e nós, embrenhados no livro de tal modo, só nos apercebemos porque acabamos por ter de entrar no comboio e quando nos sentamos alguém nos telefona e estranhamos ter mensagens e chamadas não atendidas. Enfim...)

Porque Escrito nos Ossos é completamente absorvente. Queremos perceber como e porquê. Queremos respostas. Queremos chegar à última página para perceber tudo mas... mas depois, chegamos à última página e a reviravolta é tal que já não pensamos em ir dormir, queremos apenas pegar no terceiro volume e perceber o que raio nos escapou neste.

Escrito nos Ossos lembrou-me um livro de Agatha Christie. As Dez Figuras Negras. A base é semelhante. Uma ilha, donde ninguém pode sair ou entrar e os assassinatos a decorrer. Claro que Simon Beckett não é Agatha Christie (ninguém é, na realidade) mas anda lá a rondar a excelência.

Agora desculpem-me mas tenho mesmo de me ausentar. O terceiro volume com (espero) as respostas ao final de Escrito nos Ossos está no sofá a chamar-me.

Leia aqui as primeiras páginas

Classificação:  

May we meet again 

Conheces o meu blog generalista?

Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog

calendário

Agosto 2018

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031