Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




O Caso do Cairo

por Magda L Pais, em 26.08.19

o caso do cairo.jpg

O Caso do Cairo de Olen Steinhauer

Tradução: Sofia Gomes

ISBN: 9910000153228

Editado em 2015 pela Bertrand Editora

Sinopse

Sophie Kohl está a viver o pior pesadelo da sua vida. Minutos depois de ter confessado ao marido, um diplomata destacado na embaixada americana na Hungria, que teve uma relação extraconjugal enquanto estavamos dois no Cairo, ele é morto com um tiro na cabeça.

Stan Bertolli, agente da CIA sediado no Cairo, já teve a sua dose de chamadas a meio da noite. Mas fica de coração apertado ao ouvir a voz da única mulher que amou, e que lhe telefona para saber por que razão o marido foi assassinado.

Omar Halawi trabalhou durante muitos anos nos serviços secretos egípcios e está perfeitamente dentro do jogo. Os agentes estrangeiros passam-lhe informações ocasionalmente, um favor que ele retribui e toda a gente fica feliz. Mas o homicídio de um diplomata na Hungria tem repercussões que chegam ao Cairo, e Omar tem de seguir os efeitos colaterais do sucedido até ao fim.

O analista norte-americano Jibril Aziz sabe mais sobre o Stumbler, uma operação secreta rejeitada pela CIA, do que qualquer outra pessoa. De modo que, quando alguém consegue aparentemente uma cópia do projeto, Jibril sabe como ninguém o perigo que isso representa.

Todos estes agentes convergem no Cairo. Gradualmente, vai sendo revelado o retrato de um casamento, um delicado quebra-cabeças de lealdades e traições, num mundo perigoso de jogos políticos, onde as alianças nunca são claras e os resultados nunca são garantidos.

A minha opinião

Depois de ler lido Do Desastre de Lisboa, fiquei com vontade de conhecer melhor a escrita deste autor desconhecido (para mim) que andava lá a marinar por casa há uns anitos.

O Caso do Cairo, não sendo o melhor livro do mundo (ou sequer um dos melhores), não deixa de ser uma leitura agradável. Mistura política e alguma história (real) com espiões e assassinos, romances e traições, segredos de estado e pessoais. 

Vamos acompanhando o desenrolar dos acontecimentos através de Omar, Stan, Jonh, Jibril e Sophie, que convergem, na cidade do Cairo, até conseguirem perceber não só quem matou Emmett mas também porque é que ele foi morto.

Confesso que, em alguns momentos, me senti baralhada com as personagens e quem estava aonde precisamente porque a divisão do livro (capítulos relacionados com cada uma das personagens) dá azo a essa confusão, revendo os acontecimentos pelo prisma de cada um. No entanto, essa baralhação momentânea não me impediu de ler e retomar o fio à meada logo de seguida.

Talvez volte a ler este autor mas não fiquei fã incondicional.

Leia aqui as primeiras páginas

Classificação: 

May we meet again

Entretanto...

Conheces o meu blog generalista?

Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?

Autoria e outros dados (tags, etc)




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog

calendário

Agosto 2019

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031