Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O Leitor de Cadáveres

por Magda L Pais, em 09.05.16

leitor.jpg

O Leitor de Cadáveres de Antonio Garrido

Editado em 2013 pela Porto Editora

ISBN: 978-972-0-04387-0
 
Sinopse
Na antiga China, só os juízes mais sagazes atingiam o cobiçado título de «leitores de cadáveres», uma elite de legistas encarregados de punir todos os crimes, por mais irresolúveis que parecessem. Cí Song foi o primeiro.
Inspirado numa personagem real, O Leitor de Cadáveres conta a história fascinante de um jovem de origem humilde que, com paixão e determinação, passa de coveiro nos Campos da Morte de Lin’an a discípulo da prestigiada Academia Ming. Aí, invejado pelos seus métodos pioneiros e perseguido pela justiça, desperta a curiosidade do próprio imperador, que o convoca para investigar os crimes atrozes que ameaçam aniquilar a corte imperial.
Um thriller histórico absorvente, minuciosamente documentado, onde a ambição e o ódio andam de mãos dadas com o amor e a morte, na exótica e faustosa China medieval.
 
A minha opinião
A primeira vez que ouvi falar n'O Leitor de Cadáveres foi pelo blog da Just. Fiquei com a pulga atrás da orelha e com vontade de o comprar para ler mas tentei refrear-me. Acabei por ceder aqui há umas semanas, aproveitando uma promoção da Wook. E esta semana, na dúvida sobre que livro haveria de ler, a Just lá me lembrou que ele estava à espera.
Valeu a pena!
Estamos na China Oriental, no ano 1206. Cí é um jovem chinês, de origem humilde mas que tem o sonho de ser Leitor de Cadáveres, uma espécie de juiz que, através da leitura dos cadáveres, tenta averiguar a causa da morte. Apesar de ser bastante inteligente e sagaz, são bastantes os entraves que se colocam aos seus estudos, começando pelo pai que, alegadamente, terá feito falcatruas enquanto estava vivo, desonrando a família. Cí é então obrigado, para poder pagar a medicação da irmã bem como a alimentação e estadia dos dois, a trabalhar num cemitério, onde é aproveitado pelo coveiro principal para fazer dinheiro com as análises aos corpos dos mortes para as famílias. Acaba então por chamar a atenção do imperador sendo convidado a investigar alguns crimes sem solução aparente e que colocam em risco a corte. A sua vida depende de descobrir quem está a matar antes dele próprio ser morto.
Violento, sangrento e muito envolvente, O Leitor de Cadáveres leva-nos a um mundo totalmente diferente do mundo ocidental, com as suas tradições (algumas das quais bastante estranhas) e formas peculiares de ser e de estar. E leva-nos, entre realidade e ficção, a conhecer a história do pai da medicina legista.
Confesso que, algumas vezes, me deu vontade de esbofetear Cí. Não serviria de nada, já que Cí sofre duma doença rara que não lhe permite sentir a dor. Mas ao menos descarregava a frustração por o ver cometer alguns erros básicos. 
Foi o meu primeiro contacto com este autor. Creio que irei procurar mais livros dele.
 

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

De anacb a 10.05.2016 às 10:39

a minha lista não pára de aumentar
detesto-te e acho que vou deixar de vir aqui ao blogue ImageImageImage

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog

calendário

Maio 2016

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031