Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Os Espinhos do Mal

por Magda L Pais, em 11.07.17

Espinhos do mal.jpg

Os Espinhos do Mal de V.C. Andrews

(Dollanganger #3)

Sinopse

Das cinzas do mal, Chris e Cathy construíram um lindo lar para seus esplêndidos filhos…

Jory, de catorze anos, era tão bonito, tão delicado. E Bart possuía uma imaginação tão brilhante para um menino de nove anos.

Então, acenderam-se luzes na casa vizinha abandonada. E em breve a Velha Senhora de Negro passou a observá-los com olhos intrometidos, protegida por seu esquisito e velho mordomo. Logo a mulher de manto negro convidou Bart para tomar sorvete com bolinhos e lhe pediu para tratá-la pro “Vovó”.

E a transformação de Bart começou…

Uma transformação brotada do “livro de segredos” que o esquelético velho mordomo lhe deu… e alimentada pela insinuação de fatos terríveis relativos a seus pais… uma transformação que o levou a cometer atos chocantes de violência, autodestruição e perversidade.

E agora, enquanto o menino estremece no limite entre a sanidade e a loucura, seus pais angustiados, seu irmão impotente, uma velha obcecada e vingativa, e o poderoso mordomo aguardam o clímax de um horror que floriu no sótão muitos anos atrás, em horror cujos espinhos ainda estão molhados de sangue e cujas pontas queimam como fogo…

A minha opinião

É triste quando a única versão que podemos ler dum livro é tão má que ficamos na dúvida se o problema é da escrita da autora, da tradução, de não ser versão oficial ou por ser em brasileiro. Uma mistela de tudo, creio eu, fazendo com que eu apenas o leia porque a história é, de facto, boa e interessante.

Aliás, foi pela história que li o segundo volume, foi pela história que li este terceiro e será também pela história que lerei As Sementes do Passado. Uma história negra, onde a violência psicológica ultrapassa o normal, onde o pior em cada momento é sempre ultrapassado por outro pior.

É pela história que vale realmente o tempo de leitura. Não me atrevo a avaliar a parte escrita pelo atrás exposto.

Se no segundo volume foi o comportamento de Cathy que me irritou um pouco, neste terceiro volume é Bart que me tira do sério. O raio do miudo… umas valentes palmadas no momento certo e metade dos problemas se teriam evitado. Ou um verdadeiro acompanhamento psicológico.

Ao contrário do primeiro e segundo volume que nos é retratado por Cathy, este terceiro é-nos contado pela voz de Jory e Bart, os dois filhos de Cathy, tão diferentes como a água do vinho, permitindo-nos ter um acompanhamento mais próximo do que se passa.

Vale a pena, pela história!


10 comentários

De Vera Assis a 11.07.2017

É engraçado como um livro consegue mexer tanto com a nossas emoções, como se estivéssemos a vivenciar tudo :)
Achei graça ao facto do Bart te estar a irritar tanto... :) Quais palmadas! Era mesmo à old fashion, de chinelo! Remédio santo! :)

De Magda L Pais a 11.07.2017

Ahahahahhahaha plenamente de acordo. Mas olha que no quarto volume o gajo ainda é pior... Já o leste?

De Vera Assis a 11.07.2017

Ainda não..ahahah Mas isso só acentua mais a minha parte maquiavélica...
Ou seja, queres dizer que no quarto volume um bom chinelo com ele no colo não resolve? hum.... ahahahaah

De Magda L Pais a 11.07.2017

Ahahahahahaha no quarto volume o Bart já tem 25 anos. Creio que o chinelo não é, de todo, suficiente... Era partir-lhe uma colher de pai no rabo.... Ahahahahhahash (rodada maléfica)

De Vera Assis a 11.07.2017

Ahaahahha...olha tu deves adivinhar o meu pensamento, porque quando eu disse se o chinelo não seria suficiente, já tinha em mente uma bela de uma colher de pau das grossas, mas não escrevi...ahahaha
Bom, se fosse eu a educa-lo tenho cá em casa umas chinelas de madeira da Dr. Scholl, sabes quais são??? aahahahahaha
Será que resolvia a rebeldia?

De Magda L Pais a 11.07.2017

Acho que era coisa para começar a faze-lo pensar duas vezes antes de fazer um disparate ahaahahahahhaha mas olha que há outra personagem neste quarto volume que devia levar o mesmo tratamento. Credo, tanta palmada a fazer falta

De Vera Assis a 11.07.2017

Quem é?
Ó filha, o que não falta para ai é gente a precisar de ser bem sovada :)

De Magda L Pais a 11.07.2017

A mulher do Jory. so me apetece chamar-lhe nomes feios ahahahahhaha tou como o outro. Vou comprar um dicionário só com nomes feios para lhe chamar todos até ter os ouvidos cheios Ahahahahahaha 

De Vera Assis a 11.07.2017

Eh pá, tenho mesmo de ler esse quarto volume para meter cá para fora os meus instintos sádicos...ahahah
Olha fica um para cada uma. Escolhe como os vamos meter na linha..ahaha

De Magda L Pais a 11.07.2017

Colher de pau para um, cabo da vassoura para outro. Arre! Maus como as cobras

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog

calendário

Julho 2017

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031