Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Os Miseráveis

por Magda L Pais, em 24.04.20

22318793.jpg

Os Miseráveis de Victor Hugo

Primeira edição em 1862

Sinopse

Um clássico de convicção, humanismo e coragem. Um romance imortal. Um filme inesquecível. Romance social marcado por uma vasta análise de costumes da França de meados do século XIX, Os Miseráveis revelam uma grande complexidade tanto ao nível da escrita como da própria intriga, misturando-se intimamente realismo e romantismo. Num contexto histórico que cobre o período entre a batalha de Waterloo e as barricadas de Paris, Vítor Hugo apresenta-nos a história de Jean Valjean, um popular prisioneiro condenado por ter roubado um pão e cuja pena será agravada por tentativa de evasão. Em vez de ser reeducado pela justiça humana para a vida civil, é endurecido no mal. Esta história imbuída de misticismo e maravilhoso é, antes de mais, uma denúncia de todo o tipo de injustiças, espelhando de forma exemplar as contradições e grandezas daquele século.

A minha opinião

Vamos começar pelo fim. Ou pelo meu fim que aconteceu quando tinha lido 40% deste livro (correspondente a mais ou menos 450 páginas). E o meu fim foi: não consigo ler mais...

Por partes:

O bom: a escrita é maravilhosa, a história de Jean Valjean, Fantine e Cosette é extraordinária e merece, sem dúvida ser lida, por mais anos que passem e por mais filmes e operas que se façam.

o mau: a versão que estava a ler tem cerca de 1200 páginas, é a edição integral. E com a edição integral vem a "divagação" do autor sobre tudo e mais um par de botas. A titulo de exemplo: quando Jean Valjean e Cosette chegam ao convento e sobem o murro, Victor Hugo conta-nos toda a história do convento quase desde que é colocada a primeira pedra. Ora considerando que o convento já teria uns 200 anos nesta altura... estão a ver a quantidade de história debitada...

Houve vários momentos em que - confesso - saltei páginas e mais páginas à procura da continuação da história.

Tenho pena de não ter acabado a leitura mas há um limite para o número de páginas que se podem saltar dum livro sem se perder o interesse. E eu atingi esse limite aos 40% do livro. Quem sabe há por ai uma edição reduzida apenas e só com a história que interessa. Se souberem, avisem...

 

May we meet again

Let’s make blogs great again!

 Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?

Conheces o meu blog generalista?

Neste momento que vivemos, precisamos de manter a calma e a prudência, de lavar e desinfectar as mãos, evitar contactos sociais, reduzindo as saídas de casa ao imprescindível e não ir a correr para os hospitais por uma unha encravada, ao primeiro sinal de febre (superior a 37,5) ou tosse. São tempos difíceis mas só unidos e tendo em atenção as recomendações oficiais, podemos sair disto.

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

De Anónimo a 26.04.2020 às 08:33

Adorei ler esse livro que comprei, volume a volume, na edição do círculo de leitores que até é igualinha à da imagem postada. Creio que o li de ponta a ponta, contente de tanta página e devaneio. Coisas.

De Magda L Pais a 29.04.2020 às 10:54

somos todos diferentes, lá está. e ainda bem :) senão era muito monótono

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog

calendário

Abril 2020

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930