Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Predadores da Noite

por Magda L Pais, em 15.04.20

final.PNG

Isolamento e teletrabalho são inimigos de quem, como eu, gosta de ler. Era nas viagens de comboio que mais lia, seguido de perto pela hora de almoço. Hoje e enquanto estiver em teletrabalho (já passou um mês, sabe-se lá quanto mais tempo será preciso) não há viagens de comboio e os almoços são em família.

De qualquer maneira, ao fim de semana e quando "saio" do trabalho aproveito para ler. Ainda que seja menos tempo de cada vez, ler é sempre bom, seja o tempo que for. E, como não tenho de andar com os livros às costas, estou a ler os livros físicos que estão ali na estante da vergonha.

Andava a ler os livros desta série fabulosa intercalados com outros. Mas, há um mês atrás, pensei: porque não ler todos os que me faltam de seguida? se bem pensei, depressa o fiz. Encomendei os dois que me faltavam (obrigado Saída de Emergência, que, apesar das condicionantes, me enviou os livros encomendados num instantinho) e fiquei com a colecção completa (ou pelo menos completa até ao último que saiu... agora é esperar que o Festival Bang se realize para escolher quais é que quero que a autora assine).

E também porque os li de seguida optei por fazer apenas um post comum a todos. E que se pode aplicar a todos os livros desta saga.

Predadores da Noite é uma das melhores séries de fantasia que li. Mistura - de forma brilhante - mitologia, fantasia, erotismo e romance, sempre com uma pitada de humor. Os diálogos são brilhantes e bem dispostos. As personagens bem construidas e - mesmo quando se transformam em demónios ou deuses - conseguem se-lo de forma credível (ou tão credível quanto pode ser um demónio...).

A cada livro Sherrilyn Kenyon reinventa a escrita, criando histórias novas e sem paralelo nos livros anteriores. A cada livro conhecemos mais um pouco do mundo mitológico e fantástico que a autora criou, onde ser atlante e 11 000 anos de idade é normal (sim, Acheron e Styxx, estou a falar de vós os dois). A cada livro uma história, novas personagens principais mas com as anteriores por perto. E, acima de tudo, a cada livro a promessa de que o próximo livro não vai desiludir, deixando sempre detalhes em aberto.

Confesso... o meu grande receio é que, um dia, a autora deixe de escrever e não possa terminar a história. Esse será o dia em que acharei que Thorn e Acheron perderam...

Os livros desta série estão à venda aqui (onde também podem encontrar as sinopses de todos eles).

May we meet again

Let’s make blogs great again!

 Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?

Conheces o meu blog generalista?

Autoria e outros dados (tags, etc)


4 comentários

De A Eficiente a 15.04.2020 às 17:43

Eu também tenho um espaço na minha estante da vergonha. Não tenho lido nada e ao mesmo tempo tenho dois livros a meio para pôr a leitura em dia  ...
Enfim essa saga parece-me interessante, embora não goste muito de sagas, gosto sempre de saber o fim da história..

De Magda L Pais a 15.04.2020 às 19:55

Esta saga tem a vantagem de cada livro contar uma história diferente. Ou seja, consegues ler um ou outro sem perder o fio à meada e até se consegue ler na ordem que se quiser. É claro que se ganha mais em ler tudo de seguida, por ordem. Mas é possível não o fazer

Comentar post




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog

calendário

Abril 2020

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930