Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Volta Para Casa

por Magda L Pais, em 26.06.19

volta para casa.jpg

Volta Para Casa de Harlan Coben

(Myron Bolitar #11)

Sinopse

Dez anos atrás, dois meninos de 6 anos foram sequestrados enquanto brincavam na casa de um deles, uma mansão em um bairro elegante de Nova Jersey. Mas, após o pedido de resgate, as famílias nunca mais tiveram notícias dos sequestradores nem de seus filhos.

Agora, Myron Bolitar e seu amigo Win acreditam ter localizado um deles, o adolescente Patrick, e farão de tudo para resgatá-lo e obter as respostas pelas quais todos anseiam:

O que aconteceu no dia em que foram raptados?

Onde ele esteve durante todo esse tempo?

E, o mais importante, onde está Rhys, seu amigo ainda desaparecido?

Após cinco anos sem escrever nenhum livro da série Myron Bolitar, Harlan Coben brinda os leitores com Volta Para Casa, um suspense explosivo, como só o seu talento pode criar. Um thriller profundamente comovente sobre amizade, família e o verdadeiro significado de lar.

A minha opinião

Segundo livro que li para o bookbingo 2019, correspondente a: 

2. Um livro que levarias para a praia

Sendo que todos os livros são bons para ler na praia, escolhi Volta Para Casa porque achei a sinopse interessante. Mal sabia eu o que me esperava...

Volta Para Casa não foi ainda editado em Portugal. Encontrei-o por acaso nos meus passeios em busca de ebooks e resolvi arriscar. É claro que, sendo assim, tive de o ler em brasileiro o que, ao contrário do que eu pensava, não foi tão mau assim, dado que a mestria dum escritor se consegue perceber em todas as línguas.

Este foi um livro que me prendeu da primeira à última página, cheio de ritmo, de momentos de suspense. Que me fez - pela primeira vez - ler no carro para poder acabar as 15/20 páginas que faltavam para poder perceber tudo o que tinha acontecido. Que me arrepiou pelo volte-face que, ao mesmo tempo que torna Volta Para Casa simplesmente extraordinário, também nos comove e nos deixa sem ar. Um verdadeiro murro no estômago num final tão inesperado e tão perfeito que nos deixa, literalmente, de boca aberta e sem reacção. 

Em Volta Para Casa, Harlan Coben mostra-nos como se prende um leitor com um misto de Thriller e romance, com os sentimentos de todos nós que somos pais e de todos os que têm, por ai, amigos a sério, explorando, ao mesmo tempo, o lado mais negro de alguns seres humanos: O rapto de crianças com vista à sua exploração sexual.

Façam um favor a vocês mesmos. Apesar de ser o 11º da série - e de haver algumas coisas que, naturalmente, escapam da história das personagens - leiam este livro. Procurem-no nos ebooks gratuitos ou peçam a alguém que vos compre no Brasil. Mas leiam-no. E depois digam-me se não valeu a pena.

Classificação: 

May we meet again

Entretanto...

Conheces o meu blog generalista?

Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?

Autoria e outros dados (tags, etc)

O Sol da Meia-Noite

por Magda L Pais, em 25.06.19

o sol da meia noite.jpg

O Sol da Meia-Noite de Jo Nesbø

Sinopse

Jon sai do autocarro a meio da noite, num canto inóspito da Noruega, algures no planalto de Finnmark, tão a norte que o Sol nunca se põe. É ali que espera poder refugiar-se, junto do povo da Lapónia, até traçar uma estratégia para escapar ao Pescador. Até àquele momento, limitara-se a improvisar, pois temia que qualquer plano fosse descortinado pelo seu perseguidor.

Mas não duvida de que, mais cedo ou mais tarde, o encontrarão.

Escondido numa cabana no meio da floresta, tudo o que separa Jon do seu destino é Lea e o filho, Knut. Lea ofereceu-lhe uma arma para se defender, uma cabana onde dormir e, mais importante do que isso, uma razão pela qual lutar contra o seu fatal destino. Mas à medida que o tempo passa, Jon percebe que os homens do Pescador se aproximam e é urgente encontrar uma saída.

Como diz um dos capangas do chefe da máfia: «O Pescador nunca desiste de procurar quem lhe deve dinheiro enquanto não vir o cadáver. Nunca. E o Pescador encontra sempre o que procura. Tu e eu podemos não saber como, mas ele sabe. Sempre. É por isso que lhe chamam Pescador.»

Uma narrativa ímpar, com a mesma genialidade, mas muito diferente daquelas a que Jo Nesbø nos habituou, não só pela história em si como pelo cenário em que se desenrola, o planalto de Finnmark, que como refere o autor: «é um território desconhecido até para os noruegueses.»

A minha opinião 

Este foi o primeiro livro que li para o bookbingo 2019, correspondente a: 

1. Um título que contenha as letras S-O-L

O Sol da Meia-Noite é um livro simples. Não é, seguramente, o melhor livro de Jo Nesbø mas lê-se muito bem, tem uma história interessante e diferente do habitual.

Sem querermos, sentimo-nos presos na história, enleados nas personagens e nas suas próprias histórias pessoais. Sem querermos, comparamos o que Jon fez com o que nós faríamos nas mesmas circunstâncias. E sem querer somos surpreendidos com a bondade que chega dos sítios mais inesperados.

Valeu a pena.

leia aqui as primeiras páginas

Classificação: 

May we meet again

Entretanto...

Conheces o meu blog generalista?

Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?

Autoria e outros dados (tags, etc)

A Rapariga de Papel

por Magda L Pais, em 24.06.19

17973733.jpg

A Rapariga de Papel de Guillaume Musso

ISBN: 9789722526388

Editado em 2013 pela Bertrand Editora

Sinopse

Há apenas alguns meses, Tom Boyd era um escritor famoso em Los Angeles, apaixonado por uma célebre pianista. Mas na sequência de uma separação demasiado pública, fechou-se em casa, sofrendo de bloqueio artístico e tendo como única companhia o álcool e as drogas. Certa noite, uma desconhecida aparece em sua casa, uma mulher linda e completamente nua. Diz ser Billie, uma personagem dos romances dele, que veio parar ao mundo real devido a um erro de impressão do seu livro mais recente.

A história é uma loucura, mas Tom acaba por acreditar que aquela deve ser de facto a verdadeira Billie. E ela quer fazer um acordo com ele: se ele escrever o seu próximo romance, ela poderá regressar ao mundo da ficção. Em troca, ele ajuda-a a reconquistar a sua amada Aurore. O que tem ele a perder?

A minha opinião

Pegando na premissa que, de vez em quando, me vejo grega e troiana para escolher um livro da estante da vergonha (e tudo porque, na realidade, gostava de ler todos....) pedi à Joana, uma amiga minha, que tirasse um da estante para eu ler. Começou por pegar neste e, depois de ler a sinopse, disse-me: Esquece, não vais gostar deste. Mas como foi a primeira escolha, optei por o ler à mesma e, afinal, a Joana enganou-se!

Gostei especialmente do ponto de partida. Uma personagem dum livro que, acidentalmente, cai no mundo real? Quem não gostaria que uma ou outra personagem lhe aparecesse à frente? Além da escrita de Guillaume Musso nos facilitar a entrada num mundo de ficção e de construir personagens com quem sentimos empatia quase imediata - seja pela depressão de Tom ou pela amizade de Milo e Carole - a história em si é criativa, muito bem construida e interessante.

Ainda sorri, em alguns momentos, com as aventuras (e desventuras) de Milo e Carole para recuperar um livro perdido.

No entanto, fiquei um pouco desiludida com o volte face final. Inesperado, é certo (e eu gosto de finais inesperados) mas acaba por retirar um pouco do encanto de toda a história.

Ainda assim, foi uma leitura que valeu a pena.

Classificação: 

May we meet again

Entretanto...

Conheces o meu blog generalista?

Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?

Autoria e outros dados (tags, etc)

A Casa da Seda

por Magda L Pais, em 17.06.19

17791227.jpg

A Casa da Seda de Anthony Horowitz

Sherlock Holmes #1

Tradução de Jaime Araújo

ISBN: 9789722350358

Editado em 2013 pela Editorial Presença

Sinopse

Com um enredo genial e uma excelente caracterização, Anthony Horowitz criou um novo policial de Sherlock Holmes, captando totalmente o espírito dos livros originais de Sir Arthur Conan Doyle. Holmes regressa com a inteligência, a subtileza e o poder de dedução que fizeram dele o mais famoso detetive de sempre e, com ele, o seu inseparável amigo e biógrafo Watson. Os acontecimentos relatados nestas páginas figuram, segundo Watson, entre os mais sensacionais da carreira de Sherlock Holmes... Um livro que se recomenda vivamente aos fãs de Sherlock Holmes e a todos aqueles que apreciam um policial de excelência.

A minha opinião

Gosto de policiais. Gosto quando tenho de pensar um bocadinho e de tentar perceber quem fez o quê a quem. Há alguns anos li alguns livros das aventuras de Sherlock Holmes e claro que tive curiosidade em perceber se esta Casa da Seda teria as mesmas características.

Comecei a leitura, confesso, com um pé atrás. Não acho grande piada a quem copia o estilo, as personagens ou mesmo as histórias de autores já falecidos (é por isto que ainda não li os livros da saga Milleninium escritos por David Lagercrantz). Admito que seja quase impossível, hoje em dia, ser original mas daí a usar as mesmas personagens que outros vai um grande passo.

Apesar do meu cepticismo, a verdade é que A Casa da Seda é um bom livro de Sherlock Holmes, que me deixou com a certeza que Anthony Horowitz é um contador de histórias nato, deixando-me, em muitos momentos, com a dúvida se não será uma reencarnação de Arthur Conan Doyle.

As voltas e reviravoltas da história tornam esta leitura ainda mais agradável, o que me faz pensar que é uma pena que os restantes livros da mesma série não tenham sido editados em Portugal (ou, pelo menos, não os encontro)

(leia aqui as primeiras páginas)

Classificação: 

May we meet again

Entretanto...

Conheces o meu blog generalista?

Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?

Autoria e outros dados (tags, etc)

No grupo do facebook acerca do Book Bingo "Leituras ao Sol" 2019 tem surgido várias questões sobre como fazer uma imagem com várias capas de livros. E as sugestões têm variado entre o word  o photoshop.

Como a mim me parece que o meu sistema é o mais fácil, aqui fica um pequeno tutorial, sendo que este sistema só funciona para quem está inscrito no goodreads.

Então vamos lá.

Depois de se autenticar no goodreads, clique em My Books:

mybooks.png

Edite as Bookshelves:

edite.png

Dê um nome à sua escolha à bookshelve

add.png

Adicione os livros cujas capas quer colocar na imagem final à bookshelve criada para o efeito

livro.png

Quando terminar de adicionar os livros, clique novamente em My Books e depois clique na bookshelve criada para este efeito. Escolha a opção "cover view"

cover.png

Agora no seu computador, utilize a opção "printscreen". No Paint ou em qualquer programa de edição de imagem, recortem a imagem para aparecer apenas o que pretende.

final.png

Se quiserem podem ainda definir alguns detalhes aqui:

detlahes.png

Espero ter ajudado

May we meet again

Entretanto...

Conheces o meu blog generalista?

Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog

calendário

Julho 2019

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031