Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá

por Magda L Pais, em 26.01.18

gato.jpg

 

O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá de Jorge Amado e ilustrado por Carybé

Sinopse

Jorge Amado escreveu O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá, em 1948, para o seu filho João Jorge, quando este completou um ano de idade.

O texto andou perdido, e só em 1978 conheceu a sua primeira edição, depois de ter sido recuperado pelo filho e levado a Carybé para ilustrar.

Com ilustrações belíssimas, para um belíssimo texto, a história de amor do Gato Malhado e da Andorinha Sinhá continua a correr mundo fazendo as delícias de leitores de todas as idades.

A minha opinião

Li este livro em 2013 que me foi emprestado por uma amiga e agora, no âmbito do livro secreto. E soube-me tão bem reler este pequeno livro que sou menina para o voltar a ler antes de o enviar para o próximo leitor.

Apesar de ser um livro minúsculo, que deixa um amargo de boca no final (ai os amores impossíveis) Jorge Amado, neste livro, está no seu melhor.

Este livro tem, na realidade, duas histórias. A que dá titulo ao livro - O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá - e a história do Vento e da Manhã. Ambas cheias de ternura e de amizade, mas também de critica. À sociedade, à religião e, acima de tudo, à hipocrisia que afecta todas as classes sociais e à dificuldade em aceitar o que sai fora do "normal".

O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá lê-se numa horita ou duas mas o seu conteúdo acompanha-nos para sempre.

 

Classificação:

Entretanto...

Conheces o meu blog generalista?

Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Uma paixão chamada livros - 6/40

por Magda L Pais, em 08.02.16

12463540_10153107970217202_1832468150_n.jpg

Livro mais curto que já li

Não gosto de livros pequenos. Sabem-me a pouco e fico sempre a achar que fui enganada. Mas não com O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá de Jorge Amado. São 75 páginas de encantar, com ilustrações lindíssimas. 

500_9789722020244_bis_gato_malhado_andorinha_sinha

Sinopse

Jorge Amado escreveu O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá em 1948, para o seu filho João Jorge, quando este completou um ano de idade. O texto andou perdido, e só em 1978 conheceu a sua primeira edição, depois de ter sido recuperado pelo filho e levado a Carybé para ilustrar. Com ilustrações belíssimas, para um belíssimo texto, a história de amor do Gato Malhado e da Andorinha Sinhá continua a correr mundo fazendo as delícias de leitores de todas as idades.

_____________________________________

Por quarenta dias, eu, M*The Daily MiacisMulaMiss FMarcianoAlexandraJPDrama QueenFatia MorCMNathyMJJustAna Rita Garcia M.TeaCarla B.Neurótika WebbNoqeCaracolMorena e asminhasquixotadas partilhamos a nossa paixão pela leitura e pelos livros. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog

calendário

Junho 2019

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30