Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Tenho um Kobo... e agora?

por Magda L Pais, em 15.01.19

49949285_2196016003972002_7615871472812163072_n.jp

No seguimento das minhas dúvidas, acabei por optar por comprar um Kobo Forma. À prova de água, 8 '' de dimensão de ecrã, 11 tipos de letras diferentes e mais de 50 estilos de letra, 14 formatos de ficheiro suportados por defeito (EPUB, EPUB3, PDF, MOBI, JPEG, GIF, PNG, BMP, TIFF, TXT, HTML, RTF, CBZ, CBR), 8Gb de memória, e o mais importante de tudo... pesa menos de 250 gramas, com a capa já colocada. Bastante menos que um livro físico e esta, sem dúvida, foi a razão que pesou na decisão.

É claro que, apesar de ter um Kobo e de estar a ler ebooks (chegou à menos duma semana e já li um ebook e tenho outro a mais de meio), continuo a ter a mesma opinião. A história está lá toda, é claro que sim. Mas um livro é muito mais que a história: é também o papel, o cheiro, o peso, o manuseamento, o virar a página.

Há imensas coisas que faltam num ebook e, por isso, por mais que reconheça que a leitura não é tão má como pensava (a luminosidade e definição do ecran do kobo imita muito bem o papel), não estou rendida nem vendida aos livros digitais.

Mas também lhe reconheço algumas virtudes: quando acabo de ler um livro ou não gosto daquele que comecei, tenho vários disponíveis; não pesa nas costas; quando não me consigo sentar no comboio, consigo ler bem em pé; consigo saber a percentagem que já li e a que falta para acabar; e o preço dos e-books é consideravelmente mais baixo.

Falando de preços... Nunca mais compro livros na Wook. Estou de relações cortadas com eles, quer nos livros quer nos e-books, por causa destes últimos. Senhores da Wook, o que vocês fazem é desonesto para ser simpática. Então compramos os e-books - ao mesmo preço que nas outras livrarias on-line - e não podemos dispor deles no nosso Kobo ou outro dispositivo semelhante? Que sentido faz comprar um e-book e só o poder ler quando se acede ao vosso site, sendo obrigatório haver um browser e um acesso à internet? que obrigatoriedade é esta de ter de estar ligado à net para ler um e-book? Ainda se o preço fosse bastante mais baixo que noutros lados, ainda compreenderia. Agora com o mesmo preço... mais vale comprar na Bertrand e ficar com o livro para mim do que comprar na Wook e ele continuar propriedade do site e não minha.

Descobri ainda duas coisas curiosas neste processo:

1. a Mediamarket não actualiza o seu site há quase dois anos... só assim se entende que ainda tenha (ou tinha na semana passada) Kobos à venda no site que depois, quando vamos a uma loja, nos dizem que não os vendem há quase dois anos. 

2. Os e-books também esgotam... (ok, pode ter a ver com os direitos de autor mas mesmo assim... não me parece que faça muito sentido).

Volto a dizer, não estou rendida. Na realidade estou vencida mas não convencida. Mas como posso continuar a ler livros em casa, menos mal.

May we meet again

Conheces o meu blog generalista?

Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?

Autoria e outros dados (tags, etc)


46 comentários

De Maria Alfacinha a 15.01.2019 às 16:13

:-) a resistência aos ebooks, é fantástica.
Sim, continuo a gostar dos livros em papel, mas dos antigos, impressos em offset, que ainda têm um cheiro maravilhoso. E adoro livrarias, bibliotecas e afins, onde posso passear e folhear o que me aparece pela frente!
Mas os ebooks têm imensas vantagens, mesmo sem sofrer da coluna :-)
(também gostava de escrever à mão e agora quase não o faço...)

De Magda L Pais a 17.01.2019 às 18:50

Ah mas eu sou mesmo resistente aos ebooks..reconheço as vantagens mas preciso do livro físico para ter o prazer elevado ao máximo

De Alfa a 17.01.2019 às 16:32

Tenho um Kindle e confesso não comprei os e-books passaram-mos. A grande vantagem é poder transportar muitos livros de forma leve principalmente se vamos viajar ou andamos de transporte. Mas falta-me o cheiro do papel, o manusear das folhas, o visualizar o volume lido... não sei... talvez hábitos de velhinha do Restelo

De Magda L Pais a 17.01.2019 às 18:53

Lá está. Eu também sou uma velha do restelo... prefiro o livro ao ebook

De Alexandra a 17.01.2019 às 16:50

Não precisas de te render nem convencer, mas vais-te pelo menos habituar :)
Tem vantagens, ainda para mais porque podes ter os "dois mundos".
Wook, nunca mais... ainda hei-de escrever sobre isso ;)

De Magda L Pais a 17.01.2019 às 18:53

Pois, basicamente é isso. O melhor de dois mundos, sem a Wook por perto

De P. P. a 17.01.2019 às 17:43

Também tenho algum receio em não me adaptar.
Bem, não é algum, mas muito.
Eu preciso de sublinhar partes de um livro, quase como se estivesse a estudar.

De Magda L Pais a 17.01.2019 às 18:45

Ah mas isso é fácil. O Kobo permite que se sublinhe as partes que mais gostamos

De P. P. a 17.01.2019 às 19:17

Hum,
isso já me seduz.

De Magda L Pais a 17.01.2019 às 20:01

Eu também não sabia que dava..descobri quando o comprei..assim como dá para teres o significado de qualquer palavra que desconheças nos idiomas lá instalados

De P. P. a 17.01.2019 às 20:27

Isso é bom.
Como recorro quase sempre à WOOK, onde comprar os e-books sobretudo na nossa língua? E o Kobo?

De Magda L Pais a 17.01.2019 às 20:36

Tu esquece a Wook! Credo. São vigaristas. Os ebooks comprados à wook só podem ser lidos em dispositivos com browser e acesso à net uma vez que tens de entrar no site deles para os leres.
Os ebooks podem ser comprados na própria loja da Kobo (que está associada à FNAC), na bertrand ou na Leya on line.
O próprio do Kobo só a FNAC é que vende (e envia por CTT)

De P. P. a 17.01.2019 às 21:06

Obrigado.
Olha, eu que detesto ler livros ou até documentos extensos nos browsers...

De Magda L Pais a 17.01.2019 às 21:55

Exactamente como eu. A vantagem do Kobo é também o écran que é muito semelhante ao papel

De Anónimo a 30.05.2020 às 01:39

Tenho comprado imensos livros físicos da wook e até têm sido impecáveis. Poderão ter livros um pouco mais caros do que, por exemplo, a bookdepository mas tanto um como o outro tem um serviço 5 estrelas.
Posto isto, os ebooks comprados na wook podem ser lidos no software Wook Reader (que é o seu caso) ou no ADE (Adobe Digital Edition). Eu uso este o último pois é mais directo, tem maior compatibilidade e não precisa de estar ligado à internet excepto na criação de conta grátis na Adobe e download de e-books. Fora isto, a simples leitura não precisa de internet.
Espero ter ajudado.
 

De Magda L Pais a 30.05.2020 às 16:25

O software Wook Reader não é compatível com a maioria dos aparelhos existentes (nomeadamente com o KOBO que é o meu caso).

De Anónimo a 16.04.2020 às 05:54

O Kindle tem essa opção de sublinhar alguns trechos e deixa em uma pasta que você pode acessar, tem dicionário e tradutor. 

De Patrícia a 17.01.2019 às 19:20

Eu estou tão rendida aos ebooks como aos livros. Leio ambos e às vezes tenho nos dois formatos (o que dá um jeito enorme).
Tenho a mesma opinião em relação à Wook. Qdo andava a querer comprar o ebook de um dos livros do Richard Zimler mandei email para a Porto Editora a perguntar se não tinham em formato epub (não estava à venda na loja da Kobo), A PE encaminhou o email para a Wook que me disse que não tinha disponível por causa da compatibilidade... em vez de encaminhar para a Bertrand que tinha. E são todos do mesmo grupo. Enfim. Ebooks é loja da Kobo, Leya online e bertrand.
Boas leituras (em qualquer formato)

De Magda L Pais a 17.01.2019 às 20:38

Olha... isso de ter nos dois formatos é uma excelente ideia!! Não me tinha lembrado disso

Não consigo perceber a posição da Wook (e da Porto Editora) nisto dos ebooks. É muito parva e quase que roça a vigarice

De Anónimo a 01.08.2019 às 09:57

O Kobo não lê vários formatos? ou só lê os vendidos na FNAC?

De Magda L Pais a 01.08.2019 às 11:30

Como digo no texto, o Kobo lê imensos formatos. Os e-books podem ser comprados em qualquer lado e transferidos para o Kobo

De Elio Renato Miranda a 17.09.2019 às 15:42

ola. Como é que se transfere livros da bertrand ou fnac para o kobo? Por usb ou há alguma forma através da net? obrigado

De Magda L Pais a 17.09.2019 às 15:46

Da Fnac fica directamente na conta do Kobo uma vez que os e-books são comprados à Kobo. Da Bertrand é através do Adobe digital editions 

De Anónimo a 22.09.2019 às 00:24

Queria comprar um kobo clara hd, o adobe digital dá para todos os kobo? Obg

De Magda L Pais a 22.09.2019 às 10:58

sim, dá para todos os Kobos.

De Anónimo a 19.11.2019 às 16:29

Boa tarde o Adobe digital editions ja vem no kobo ou temos de instalar no kobo?

como ficam no adobe é atraves de algum codigo?
obrigado

De Anónimo a 11.05.2020 às 16:29

Alguém respondeu a esta questão? 

De C.S. a 17.01.2019 às 20:50

Aqui está um belíssimo post! Obrigada Magda por trazeres este tema.
É que já pensei em comprar um e-reader, mas tenho sempre dúvidas, por isso a quem puder ajudar, fico mesmo muito agradecida.

1ª Kobo ou Kindle?

2ª É fácil encontrar livros em português de Portugal? Se sim, mais fácil para o Kobo, para o Kindle ou é indiferente?

3ª São mesmo leves? É que eu gosto de ler na cama, mas os livros já me fazem doer os braços...

4ª Os livros são mais baratos, certo? Em média andam a preços?

Obrigada e desculpem a minha ignorância.

Beijinhos

De Magda L Pais a 17.01.2019 às 22:03

Eu optei pelo Kobo por duad razões
A primeira é porque é o que lê mais formatos. O Kindle é exclusivo da Amazon. Claro que depois há programas que convertem num ou noutro formato e tornam os ebooks compatíveis com os dois dispositivos mas não me apetece ter trabalho. O segundo é porque a Kobo é parceira da FNAC que lhes dá assistência.

Todas as livrarias online têm ebooks (com a nuance que falei da wook) e em português. A própria Kobo têm uma excelente livraria onde se podem comprar e books em português

Em relação aos preços... paguei 9.90 por um ebook cujo livro está a 14/15 euros. Paguei 2.40 pelos Miseráveis... o máximo que vi um ebook foi a 12 e creio que será por ser uma novidade

O Kobo que comprei pesa 197 gramas... com a capa talvez tenha aumentado mais 75 gramas. Vá que, no máximo dos máximos, tenha 300 gramas. A própria capa permite apoiar o kobo em qualquer sítio, não sendo obrigatório que o estejas a segurar

Mais dúvidas? Ehehhehe

De C.S. a 17.01.2019 às 22:12

Magda, obrigada!
Sempre achei que os Kindle seriam melhores, mas com a tua explicação já não penso o mesmo.
As grandes vantagens que vejo em relação aos belos livros são: peso e preço dos livros.
Qualquer dia compro um. Vou investigar o modelo que compraste.

De Magda L Pais a 17.01.2019 às 22:43

O peso pesa muito na decisão!

Depois conta-me tudo

De Alexandra a 17.01.2019 às 22:38

Tenho que me meter nesta conversa Magda :p
Este teu comentário parecia que estavas a vender Kobos... o que vindo de ti é muito estranho (e engraçado) ;)

De Magda L Pais a 17.01.2019 às 22:39

Ahahhahahaah pensei o mesmo quando o estava a escrever

De Anónimo a 17.01.2019 às 21:24

O que diz sobra a Wook, não está correcto!
Pode ler os livros comprados offline.
Eu próprio, é o faço quando estou a viajar.
Agora, o suporte tem de ser em tablet ( smartfone incluido).
Pedro Lopes
(Não tenho quaisquer interesses na Wook)

De Magda L Pais a 17.01.2019 às 22:05

Pois não é essa a informação que os próprios senhores da Wook me deram. Mas ainda que os possa ler off line... não os posso ter num dispositivo próprio de leitura de ebooks. Não são meus, são da wook.

De Maria das Palavras a 17.01.2019 às 21:42

Não te preocupes: terás sempre os livros de papel e eles terão sempre a Magda. Mas neste momento o Kobo era uma necessidade e portanto fa-lo render o melhor que consigas ;)

De Magda L Pais a 17.01.2019 às 22:07

Ah quanto a isso não duvides... vai render e muito. Por falar nisso, a ver se carrego a bateria que, comigo, não dura os dois meses que eles anunciam. Não faço ideia porquê...

De Terminatora a 24.01.2019 às 12:25

Ainda hoje estava a pensar fazer algo sobre a experiência que ando a ter com um Kindle da Amazon, que me foi oferecido no Natal. 
Dizia sempre que por muito que fosse mais cómodo, mais leve, mais fácil de transportar que não ia nunca comprar. Mas ofereceram-me um... e adorei. Gostava era de ter esperado um pouco mais antes de comprar nessa altura um livro de 900 páginas, que não consigo carregar para lado nenhum, e assim tinha-o agora no kindle!  
Mas de todo, não substitui um livro. Mas é óptimo companheiro na mala...sem dúvida. 

De Magda L Pais a 24.01.2019 às 17:09

Ah mas podes fazer e avisa-me que vou lá ler


É exactamente isso. Não substitui o livro mas dá jeito na mala, principalmente quando são calhamaços de 900 páginas. 


Há quem tenha o livro nos dois formatos- ebook e papel - e vai lendo consoante o local onde está 

De Anónimo a 05.08.2019 às 09:27

Bom dia,
Gostaria de saber como se processa a compra dos livros na Bertrand. 
Tenho medo de os comprar e ser como na wook. Sei que ficam na minha conta da Bertrand mas depois dá para passar para o Kobo? E coomo?
Obrigada

De Magda L Pais a 05.08.2019 às 09:32

A maioria dos ebooks que compro são da Bertrand e passo-os com muita facilidade para o Kobo. Basta instalar o Adobe Digital Editions e seguir as instruções quer da Bertrand (tem a forma de o fazer e o link para esta aplicação nas FAQs deles) quer da própria Adobe

De Joaquim Gomes a 14.01.2020 às 18:14

Com um Kobo os ebooks em epub podem transferidos ou retirados através do PC. Ao ligá-lo na porta USB, é mostrada uma tela que pede para ligar. Assim, a memória interna do Kobo funciona como fosse novo drive.

Comentar post


Pág. 1/2




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog

calendário

Janeiro 2019

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031