Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Tenho um Kobo... e agora?

por Magda L Pais, em 15.01.19

49949285_2196016003972002_7615871472812163072_n.jp

No seguimento das minhas dúvidas, acabei por optar por comprar um Kobo Forma. À prova de água, 8 '' de dimensão de ecrã, 11 tipos de letras diferentes e mais de 50 estilos de letra, 14 formatos de ficheiro suportados por defeito (EPUB, EPUB3, PDF, MOBI, JPEG, GIF, PNG, BMP, TIFF, TXT, HTML, RTF, CBZ, CBR), 8Gb de memória, e o mais importante de tudo... pesa menos de 250 gramas, com a capa já colocada. Bastante menos que um livro físico e esta, sem dúvida, foi a razão que pesou na decisão.

É claro que, apesar de ter um Kobo e de estar a ler ebooks (chegou à menos duma semana e já li um ebook e tenho outro a mais de meio), continuo a ter a mesma opinião. A história está lá toda, é claro que sim. Mas um livro é muito mais que a história: é também o papel, o cheiro, o peso, o manuseamento, o virar a página.

Há imensas coisas que faltam num ebook e, por isso, por mais que reconheça que a leitura não é tão má como pensava (a luminosidade e definição do ecran do kobo imita muito bem o papel), não estou rendida nem vendida aos livros digitais.

Mas também lhe reconheço algumas virtudes: quando acabo de ler um livro ou não gosto daquele que comecei, tenho vários disponíveis; não pesa nas costas; quando não me consigo sentar no comboio, consigo ler bem em pé; consigo saber a percentagem que já li e a que falta para acabar; e o preço dos e-books é consideravelmente mais baixo.

Falando de preços... Nunca mais compro livros na Wook. Estou de relações cortadas com eles, quer nos livros quer nos e-books, por causa destes últimos. Senhores da Wook, o que vocês fazem é desonesto para ser simpática. Então compramos os e-books - ao mesmo preço que nas outras livrarias on-line - e não podemos dispor deles no nosso Kobo ou outro dispositivo semelhante? Que sentido faz comprar um e-book e só o poder ler quando se acede ao vosso site, sendo obrigatório haver um browser e um acesso à internet? que obrigatoriedade é esta de ter de estar ligado à net para ler um e-book? Ainda se o preço fosse bastante mais baixo que noutros lados, ainda compreenderia. Agora com o mesmo preço... mais vale comprar na Bertrand e ficar com o livro para mim do que comprar na Wook e ele continuar propriedade do site e não minha.

Descobri ainda duas coisas curiosas neste processo:

1. a Mediamarket não actualiza o seu site há quase dois anos... só assim se entende que ainda tenha (ou tinha na semana passada) Kobos à venda no site que depois, quando vamos a uma loja, nos dizem que não os vendem há quase dois anos. 

2. Os e-books também esgotam... (ok, pode ter a ver com os direitos de autor mas mesmo assim... não me parece que faça muito sentido).

Volto a dizer, não estou rendida. Na realidade estou vencida mas não convencida. Mas como posso continuar a ler livros em casa, menos mal.

May we meet again

Conheces o meu blog generalista?

Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?


53 comentários

De Magda L Pais a 17.01.2019

Pois não é essa a informação que os próprios senhores da Wook me deram. Mas ainda que os possa ler off line... não os posso ter num dispositivo próprio de leitura de ebooks. Não são meus, são da wook.

Comentar post




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog

calendário

Janeiro 2019

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031